Claudemir PereiraColunaPolítica

IMPRESSA. Na coluna desta terça, a mobilização pela greve, dos docentes da UFSM. Ah, e o “caso Fabiano”

Você confere a seguir, na íntegra, a coluna do editor do sítio, publicada na edição deste terça, 12 de maio, no jornal A Razão:

Cafés como este, no CCNE (com direito a chimarrão): mobilização (foto Divulgação/Sedufsm)
Cafés como este, no CCNE (com direito a chimarrão): mobilização (foto Divulgação/Sedufsm)

Docentes da UFSM e proposta da greve

Semana passada, servidores de Universidades definiram 28 de maio para paralisar, por conta de suas reivindicações. Já no dia 29, há greve nacional convocada pelas centrais sindicais, que pretende protestar contra o ajuste fiscal e o projeto de terceirização das atividades fim.

Desenhando: há animação no movimento sindical, por conta de questões bem pontuais. É nesse contexto que os docentes das universidades federais se mobilizam visando a uma possível greve geral por tempo indeterminado, colando exatamente nesses dias já agendados por outros setores.

Em Santa Maria, especificamente, a Seção Sindical da UFSM termina hoje uma série de “cafés da manhã” para mobilizar os docentes e fazer uma assembleia massiva – bem mais que as recentemente realizadas – no dia 14, quinta-feira à tarde, em Camobi. Só isso, imagina-se, poderá garantir greve digna desse nome, na instituição, se esta for a decisão do sindicato nacional da categoria.

MOMENTO PASSOU

Como é de política que se escreve, melhor não descartar coisa alguma. No entanto, há claros indícios dando conta que a saída do suplente de deputado federal Fabiano Pereira do PT, no rumo do PDT, perdeu o “timing”. Tanto que, neste momento, raros são os petistas que imaginam a saída, e são muitos no pedetismo que já têm certeza de que o sonho, se houve, acabou.

EM BUSCA DA UNIÃO

Não é improvável que o recuo, se houve, tenha a ver com a tentativa de grupos, digamos, mais independentes dentro do PT santa-mariense, que articulam a unidade entre o próprio Fabiano Pereira e os outras principais lideranças da sigla, os deputados Paulo Pimenta e Valdeci Oliveira.

A TAL SUBCOMISSÃO

Embora não seja garantido, é possível que a vereadora Sandra Rebelato submeta hoje à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara o seu relatório acerca dos episódios envolvendo João Carlos Maciel e a análise acerca de possível subcomissão para avaliar a conduta do peemedebista. Palpite claudemiriano: o parecer, quando for apresentado, será contra a criação.

SEMANA DECISIVA (2)

Faltam quatro dias para a convenção municipal do PSDB de Santa Maria. Nenhum sinal de acordo entre os grupos de Nelson Marchezan Júnior e Jorge Pozzobom. Traduzindo: vão todos para o voto, no próximo domingo. E seja o que os filiados (aguarda-se a presença de centenas deles) quiserem.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo