CongressoPolíticaTrabalho

POLÍTICA. Briga boa, por conta do ajuste fiscal, será esta que inicia terça. Palco: a Câmara dos Deputados

Deputados poderão votar medidas polêmicas, por que alteram benefícios trabalhistas
Deputados poderão votar medidas polêmicas, por que alteram benefícios trabalhistas

A Medida Provisória que altera as regras do seguro-desemprego, a 665/14, já trance a pauta do plenário da Câmara dos Deputados. Ela pode ser votada na terça-feira. Ou nada será apreciado antes dela, de todo modo. O texto já foi APROVADO pela comissão mista na última quarta-feira. E com alterações. Uma delas a carência para o primeiro pedido de seguro-desemprego de 12 meses de trabalho nos 18 meses anteriores à demissão.

Mas ela é apenas uma das medidas do chamado “ajuste fiscal”, que entra em sua fase decisiva na apreciação dos parlamentares. Para saber mais de tudo isso, vale conferir o material produzido pela Agência Câmara de Notícias. A reportagem é de Tiago Miranda, com foto de Luis Macedo. A seguir:

Plenário vai discutir medidas do ajuste fiscal a partir de terça-feira

… O foco do Plenário da Câmara dos Deputados a partir de terça-feira (5) deve ser as medidas provisórias que fazem parte do ajuste fiscal e dificultam o acesso a benefícios como o seguro-desemprego e o seguro-defeso (MPs 664/14 e 665/14).

As medidas têm sido criticadas por parlamentares da oposição e da base aliada e por centrais sindicais. Nas últimas semanas, ministros da área econômica vieram ao Parlamento para esclarecer dúvidas e defender as propostas do governo.

O líder do governo, deputado José Guimarães (PT-CE), se disse ansioso por debater o tema com a oposição. “Esta é a pauta fundamental e nós vamos fazer um grande debate público e votar o ajuste porque ele é fundamental para o País.”

Para o líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE), o debate irá “desmascarar” o governo Dilma. “Ela dizia na campanha que não mexeria nos direitos dos trabalhadores e, através dessas duas MPs, a conta do ajuste está sendo repassada para os trabalhadores do Brasil”.

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo