ComportamentoCrônica

CRÔNICA. Antonio Candido Ribeiro e uma conjuntura em que impera a desesperança. Mas, é isso mesmo?

“…A violência está de tal forma banalizada, de tal maneira introjetada em nosso inconsciente que, ora, parece não mais nos assustar para, logo adiante,  nos transformar em basbaques reféns de nossos próprios medos e inseguranças.

Construímos o caos e nele mergulhamos, com a certeza de que, dele, não há possibilidade de regresso. Nos somamos à violência e, com nossos comportamentos erradios, nos fazemos parte indissociável dela. Ou nos acovardamos, entrincheirados em nossos pequenos castelos assépticos, murados e protegidos por vigias regiamente pagos e atentos aos mínimos sinais de aproximação das hordas de…”

CLIQUE AQUI  para ler a íntegra de “Supérfluo”, o texto de  Antonio Candido Ribeiro, que escreve semanalmente no sítio , às terças-feiras. Ribeiro, também conhecido como Candinho, é advogado formado pela UFSM, Procurador Geral da Fazenda Nacional e colaborador, como debatedor, da rádio Antena 1, e comentarista, na rádio Universidade.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo