HistóriaPolítica

USTRA. Homenagear torturador é uma “afronta à Democracia”, dizem entidades de vítimas da ditadura

3ª DE realizou a homenagem póstuma nas dependências da 6ª Brigada, indica o convite
3ª DE realizou a homenagem póstuma nas dependências da 6ª Brigada, indica o convite

Não houve silêncio (como este editor reconhece, talvez acontecesse) em relação à homenagem prestada pela 3ª Divisão de Exército, à memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, reconhecido (inclusive pelo Judiciário) torturador do regime autoritário. A reação chegou através de nota de duas entidades ligadas às vítimas dos crimes da ditadura. E quem tratou do assunto, na sua versão online, foi o Diário de Santa Maria, como você pode conferir a seguir. Ah, lá embaixo você tem a nota das entidades, na íntegra:

Entidades fazem nota de repúdio à homenagem feita pelo Exército em Santa Maria ao coronel Brilhante Ustra

A Frente Ampla por Direitos e Liberdades e o Comitê Carlos de Ré – Verdade, Memória e Justiça enviaram uma nota de repúdio à homenagem póstuma feita pelo Exército Brasileiro ao coronel santa-mariense Carlos Alberto Brilhante Ustra, que foi realizada na última segunda-feira, 26 de outubro, em Santa Maria. Ustra morreu em 15 de outubro.

Os dois movimentos repudiam a homenagem por considerar que Ustra foi “um dos mais notórios torturadores e assassinos da ditatura civil-militar brasileira” e “como chefe do DOI-CODI paulista entre 1970 e 1974, Ustra comandou e praticou torturas e assassinatos contra cidadãos brasileiros que estavam sob sua custódia”. As entidades alegam que Ustra era réu em centenas de processos e foi declarado torturador pelo Poder Judiciário, tendo morrido “impune”. Essa frente reúne mais de 40 movimentos sociais ligados aos direitos das minorias e dos direitos humanos.

Para os dois movimentos, “homenagear o criminoso Brilhante Ustra representa uma provocação à democracia brasileira, às suas instituições constituídas, à memória das vítimas e de seus familiares e à toda a sociedade. A nota complementa dizendo que “a permanência no Exército Brasileiro de oficiais que atuem para manter viva a memória de criminosos como Ustra representa, assim, uma ameaça à democracia e aos direitos humanos no país, e transmite a mensagem de que as Forças Armadas endossam os assassinatos, torturas e graves violações praticadas por Brilhante Ustra”.

O comandante da 3ª Divisão do Exército, em Santa Maria, general de divisão José Carlos Cardoso, confirmou que foi realizada uma solenidade, na 6ª Brigada de Infantaria Blindada, voltada a militares da reserva, em que foi “feita uma menção ao Brilhante Ustra”. Sobre a…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI (se você for assinante do jornal ou não tiver esgotada a quota de 10 notas gratuitas/mês).

CONFIRA A ÍNTEGRA DA NOTA:

Print

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Se formos falar em "homenagens" temos que citar também que a GRANDE MAIORIA de nossa população HOMENAGEOU, uma Guerrilheira, Assaltante e Terrorista com o cargo de PRESIDENTA DA REPÚBLICA, e fizeram muita Festa !!!! Tudo conversa para Boi Durmir e desviar os assuntos atuais !!!!

  2. Chinelagem na cabeça, do primeiro ao quinto e invertido.
    Para começo de conversa, sujeito não tinha sentença transitado em julgado condenando ele. Então o "reconhecido pela justiça" é discutível.
    Outro aspecto é, se não houvesse alaúza a respeito ninguém ficaria sabendo.
    "Ah! Mas homenagem…": Federação Gaúcha de Futebol construiu uma sede de luxo em POA. O que tem a ver com o assunto? Para "compensar" construiu um memorial a Luís Carlos Prestes com custo de R$ 10 milhões. Quero que alguém me apresente um pé de tuna no RS e diga "aqui está uma grande realização, o Cavaleiro da Esperança plantou um pé de tuna no estado!". E o Brizola? Tenho minhas reservas com ele, mas a estátua que o homenageia está num fim de corredor no Piratini.
    "Ah! Mas o comandante militar do sul". General deu entrevista na Rede Pampa semanas atrás. Perguntado por um telespectador qual o motivo dos militares não "assumirem" ele respondeu: "porque não temos voto". Entrevista ao vivo, sem ninguém "interpretando" ou tirando de contexto. Preocupação dos militares é o agravamento da situação econômica e o colapso da segurança pública em alguns estados. O que aconteceu no RJ PODE (eles planejam) se multiplicar. O resto é chinelagem.
    Enquanto isto, Associação de Auxílio às Crianças com Deficiência está fechando unidades em SP. Aí se descobre que o SUS paga R$6,50 por uma sessão de fisioterapia. Detalhe: cada sessão necessita de mais de um fisioterapeuta, às vezes três. Se lá está assim, imagine nos outros estados.
    Negócio é evitar ser arrastado e tentar ignorar a C-H-I-N-E-L-A-G-E-M.

  3. Mas a onde estamos minha gente?
    Ele deveria ficar no anonimato com ficaram aqueles que foram mortos durante a Ditadura, por pessoas como ele.
    Quem iria querer saber desse verme?
    Que horror!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo