AssembleiaInfânciaPolítica

CRIANÇAS. Lei federal ‘antibullyng’ vai fortalecer a proteção às vítimas, acredita o deputado Pozzobom

Por THIAGO BUZATTO, da Assessoria de Imprensa do Parlamentar

Pozzobom: necessidade de esclarecer famílias e escolas (foto Marcelo Bertani/Agência AL)
Pozzobom: necessidade de esclarecer famílias e escolas (foto Marcelo Bertani/Agência AL)

O líder da Bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Jorge Pozzobom, destacou a publicação no Diário Oficial da União da Lei Federal de Combate ao Bullying. De acordo com o parlamentar, a sociedade já esperava por este dispositivo legal também em âmbito nacional, já que o Rio Grande do Sul já contava com lei própria (Lei 13.474) desde 2010, quando o projeto do ex-deputado Adroaldo Loureiro foi sancionado no Governo do PSDB.

Pozzobom, que tem amplo trabalho ligado à proteção de crianças e de adolescentes, sendo inclusive autor de duas edições da cartilha de combate ao Bullying, com mais de cem mil exemplares distribuídos pelo seu gabinete a conselhos tutelares, escolas e educadores de todo o Estado, reforça a necessidade de trabalho de esclarecimentos nas famílias e nas instituições de ensino. “

A maior parte dos casos de bullying que conhecemos envolvem crianças da 5ª e da 6ª série. E quem sofre com essas ações podem carregar consigo um trauma pelo resto da vida, viver permanente com baixa auto-estima e não desenvolver o seu potencial. Esta lei vai contribuir não apenas com a realização de campanhas educativas, mas também por fortalecer a orientação e assistência psicológica, social e jurídica às vítimas e aos agressores”, afirmou.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo