EstradasMeio AmbienteSaúde

TRAVESSIA URBANA. Para combater o mosquito, DNIT elimina pontos que acumulam resíduos

Sob coordenação da gestão ambiental das obras, DNIT elimina pontos de acúmulo de resíduos nas margens da Travessia
Sob coordenação da gestão ambiental das obras, DNIT elimina pontos de acúmulo de resíduos nas margens da Travessia

Por RICARDO LOPES, da Assessoria de Imprensa do DNIT, com foto de Divulgação

A Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT-RS) realizou mais uma ação de combate ao mosquito Aedes aegypti neste sábado (16). Sob a coordenação da gestão ambiental das obras da Travessia Urbana de Santa Maria, foi realizada a limpeza da faixa de domínio, coletando resíduos como pneus, vasilhames, latas, plásticos e outros materiais que possam acumular água. A mobilização contra a dengue, zika e chikungunya, que visa eliminar possíveis pontos de reprodução do mosquito, contou com apoio da Secretaria de Meio Ambiente, que realizou a separação de materiais eletrônicos, além da Vigilância em Saúde do Município e da Polícia Rodoviária Federal.

No trecho de 9,4 Km, entre trevo da BR-392 e a ponte sobre o Arroio Taquara, o Consórcio Travessia recolheu mais de uma tonelada de resíduos depositados irregularmente ao lado da rodovia. Além de lixo domiciliar, garrafas, sacos plásticos, geladeiras, televisores e até um deposito pneus foram encontrados durante o mutirão. Equipes da gestão ambiental auxiliaram na triagem do material que pode ser reaproveitado e encaminharam para Associação de Recicladores Pôr do Sol (ARPS). No total, 8 pontos com acúmulo de resíduos foram atacados nesta etapa, que teve como objetivo a  eliminação de possíveis locais de reprodução do mosquito Aedes agypti.

Além de chamar a atenção sobre a questão sanitária, a inciativa do DNIT buscou sensibilizar a comunidade sobre problemas causados ao meio ambiente gerados pelo descarte de lixo em locais inapropriados. “Estimular a população a refletir sobre o destino correto de resíduos foi um dos objetivos da ação. Infelizmente, algumas pessoas ainda não se deram conta que descartar lixo nas margens de rodovia não é a solução para o problema, mas, sim, o início de muitos outros, inclusive de saúde pública. Trabalhar para acabar com essa lógica deve ser um compromisso de todos”, apontou Ricardo Lopes, assessor de imprensa da gestão ambiental.

Nos pontos onde ocorreu coleta de material, o DNIT instalou placas educativas, alertando que o ato de jogar lixo em beira de estradas, rios e terrenos baldios é considerado crime ambiental, de acordo com a Lei 9.605/1998, ficando o cidadão sujeito à multa e/ou detenção. O Código de Trânsito Brasileiro no artigo 172 também prevê punição para quem atira objetos de dentro do veículo, considerando uma infração média.

Conforme planejamento, o DNIT seguirá em “guerra contra o mosquito”. Estão previstas atividades de conscientização ambiental com a comunidade e com alunos de escolas que ficam nas proximidades do trecho em obras. Será realizado ainda trabalho voltado para caminhoneiros, detalhando medidas para combater a proliferação do mosquito no veículo. A ideia é evitar que o caminhão sirva de meio de transporte de ovos e mosquitos adultos.

Travessia Urbana de Santa Maria-RS

A obra consiste na duplicação e restauração do trecho urbano das BR-158/RS e BR-287/RS, entre o trevo do Castelinho e a ponte sobre o Arroio Taquara. É considerada a maior que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) realiza nas últimas décadas na região Centro do Rio Grande do Sul. A Travessia Urbana modernizará o complexo viário do município, que é reconhecido como um importante entroncamento rodoviário do sul do país devido ao seu posicionamento geográfico.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Muito legal a iniciativa. Mas, será que passaram lá pela faixa velha de camobi , uns trezentos metros do cemitério Santa Rita. Uma montanha de pneus, teima em ficar- muito embora toda esse exercito de agentes atrás dos mosquitos. Pois é…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo