CampoEconomiaNegóciosPrefeituraTurismo

PÁTIO RURAL. Próxima edição nos dias 6 e 7. Sabor caseiro é aposta vencedora da Agroindústria Familiar

Foco principal é o consumo em casa. Mas é uma das atrações do Pátio Rural, que tem mais uma edição no primeiro final de semana de agoto
Foco principal é o consumo em casa. Mas é uma das atrações do Pátio Rural, que tem mais uma edição no primeiro final de semana de agosto

Por ANA BITTENCOURT (texto) e CARLOS NUNES (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

O Pátio Rural, consolidado no calendário de Santa Maria como um espaço democrático para comercialização de produtos, entretenimento e lazer, inicia nesta semana uma série especial destacando potencialidades locais que fazem o evento acontecer. Nos próximos dias vamos apresentar exemplos de negócios que se integram ao Pátio Rural e a cada edição fortalecem sua participação.

A realização do Pátio Rural proporciona geração de trabalho e renda para centenas de pequenos produtores do município, principalmente aqueles instalados nos distritos, representados pelas agroindústrias e indústrias familiares. Além disso, a economia local se fortalece e contribui para que novos negócios, pequenos comerciantes, artesãos e produtores rurais se integrem ao evento, o que resulta em variadas opções aos visitantes.

Desenvolvido pela Prefeitura de Santa Maria em março de 2015, por meio das secretarias de Turismo e de Desenvolvimento Rural, o evento já realizou oito edições, sendo sete delas no ano passado e uma no mês de junho. No balanço de 2015, o Pátio Rural contabilizou a marca de 120 mil visitantes e a comercialização de R$ 1 milhão.

A iniciativa visa reunir os principais eventos realizados nos distritos em um só local, o Hotel Fazenda Pampas (antiga Cidade dos Meninos), em Camobi. Os visitantes têm a oportunidade de conhecer uma feira-festa onde gastronomia, artesanato, produtos de agroindústrias, hortifrutigranjeiros, sucos e vinhos, jogos rurais, músicas e apresentações artísticas.

A próxima edição do evento acontece nos dias 06 e 07 de agosto, no Hotel Fazenda Pampas (antiga Cidade dos Meninos), em Camobi. A programação completa será divulgada em breve.

Nesta quarta-feira (27) apresentamos a Agroindústria Do Quintal, apenas uma das dezenas de empresas do ramo alimentício que participam do Pátio Rural. Confira.

Agroindústria familiar aposta no sabor caseiro para conquistar clientes

A Agroindústria do Quintal foi concebida por seus proprietários, Fernando Maggioni e Moara Basso, para ser uma pequena indústria familiar. Atuando no ramo alimentício, a agroindústria participa de feiras de rua e aposta na produção de compotas, conservas e geléias, sempre apostando no sabor caseiro e na qualidade das matérias primas. “Nosso foco principal é fabricar produtos para consumir em casa”, explica Maggioni. O casal também busca a qualificação dos processos para aplicar na produção. “Esta semana estamos participando de um curso sobre geléias orgânicas nas cidades de Antonio Prado e Picada Café, na Serra Gaúcha”, diz o proprietário.

Fernando Maggioni e Moara Basso também contam com a ajuda da filha, Vida Maggioni, tanto na produção quanto na comercialização dos produtos, reforçando a idéia de empresa familiar. A Agroindústria Do Quintal ainda fabrica bolachas artesanais, empadas e antepastos.

A Agroindústria do Quintal participou da oitava edição do Pátio Rural, realizada no mês de junho. De acordo com os proprietários, além da divulgação dos produtos e da marca, a participação no evento proporciona a profissionalização da empresa. “O Pátio Rural nos incentiva a profissionalizar cada vez mais os processos de produção e de comercialização. Estamos montando nosso negócio e sempre aprendendo”, afirma Maggioni…”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo