Câmara de VereadoresPolítica

CÂMARA. Base governista elege, com folgas, a nova direção do Legislativo. Admar Pozzobom é presidente

Liderada por Admar Pozzobom, do PSDB, a nova composição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, integralmente governista

Por JOSÉ MAURO BATISTA, com foto da Assessoria de Imprensa da Câmara, no jornal A RAZÃO

O vereador Admar Pozzobom (PSDB), irmão do prefeito Jorge Pozzobom (PSDB), vai comandar o Poder Legislativo em 2017, primeiro ano da nova legislatura e do novo governo municipal, que começou hoje (domingo, 1º) com a posse dos eleitos em outubro do ano passado. A nova Mesa Diretora da Câmara, que será presidida por Admar até o final do ano, só tem representantes da base aliada do novo prefeito. Os cinco vereadores de oposição não apresentaram chapa e se abstiveram de votar.

Além de Admar Pozzobom na Presidência da Casa, o novo comando do Poder Legislativo tem como 1º vice-presidente o médico Francisco Harrison de Souza (PMDB), vereador estreante. O 2º vice-presidente é um veterano: o também médico Ovídio Mayer (PTB), reeleito no ano passado e agora no terceiro mandato. Como 1º secretário, outro veterano assume:  o médico-veterinário e professor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Manoel Badke (DEM), o Maneco, que também está em seu terceiro mandato. Como 2º secretário foi eleito o vereador João Ricardo Vargas, o Coronel Vargas (PSDB), policial militar da reserva e atualmente no segundo mandato.

Na 1ª suplência ficou o produtor rural Marion Mortari (PSD), que retorna ao Poder Legislativo. Marion se elegeu pelo PP na legislatura retrasada, teve desentendimentos e foi para o PSD, partido para o qual se elegeu para o segundo mandato na legislatura que encerrou ontem. No entanto, Mortari teve o mandato cassado pela Justiça Eleitoral e foi substituído pelo então suplente Pastor João Chaves (PSDB). Como não teve os direitos políticos cassados, Mortari pode concorrer no ano passado e conseguiu se eleger. Por fim, a bancada dos médicos emplacou mais um cargo na nova Mesa Diretora: Cida Brizola, ginecologista e obstetra, foi eleita como segunda suplente.

A chapa Novo Tempo, que representa a bancada governista, teve 16 votos a favor. Os cinco oposicionistas que votaram contra são Celita Silva, Valdir Oliveira, Daniel Diniz e Luciano Guerra, todos do PT, e Jorge Trindade Soares, o Jorjão (Rede Sustentabilidade)…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo