CIDADE. Moradora do Passo da Ferreira pede ajuda a Pozzobom, para a solução de um problema ambiental

CIDADE. Moradora do Passo da Ferreira pede ajuda a Pozzobom, para a solução de um problema ambiental - prefeitura-vanessa

Vanessa Hundertmarck (entre o prefeito e o secretário), registra, através de fotografias no celular, o descaso com o meio ambiente

Por ANA BITTENCOURT (texto) e JOÃO ALVES (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Depois de ter procurado a Prefeitura no ano passado, o Ministério Público e a imprensa, a funcionária pública Vanessa Hundertmarck tomou a iniciativa de entrar em contato com o prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom. Por meio de mensagens trocadas por uma rede social, a moradora do Passo da Ferreira levou ao conhecimento do chefe do Executivo um problema recorrente e que há muito espera por solução: o depósito irregular de lixo às margens das vias de acesso à localidade.

“Já há algum tempo a Vanessa tem desempenhado um papel muito bacana que é o de denunciar pessoas que poluem o Meio Ambiente. A partir disso, eu fiz um convite especial para ela: para que nós apresentemos um projeto que provoque o envolvimento de todas as pessoas, que, assim, como eu, estão indignadas com a falta de educação de quem espalha lixo pela cidade”, disse o prefeito.

O diálogo, antes virtual, tornou-se real nesta quarta-feira (19), quando Vanessa, acompanhada pela professora Eliza Stefanon, também moradora do Passo da Ferreira, foram recebidas por Pozzobom e pelo secretário de Meio Ambiente, André Domingues.

“É desolador. Lixo doméstico, descartes de empresas, animais mortos e até lixo hospitalar já encontramos aqui. Eu venho fotografando há tempos e até já organizamos um arquivo com esses registros. Meu contato com o prefeito foi a última tentativa”, explica Vanessa.

A intenção do prefeito é criar um canal de comunicação – ainda há de se decidir se um aplicativo ou outra ferramenta – para que o descarte irregular de lixo possa ser denunciado através de fotografias e denúncias.

“Nossa conversa pelo Facebook e os constantes registros enviados pela Vanessa me motivaram a pensar em uma solução. Algo que represente os olhos do prefeito sob a perspectiva da comunidade. Assim como o seu Jorge me inspirou a criar o Fila Zero, a Vanessa vai ser minha inspiração para outro projeto. A partir de agora vamos trabalhar no planejamento de uma ferramenta que possa fazer o que ela fez: fiscalizar e colaborar”, explicou Pozzobom.

“A partir dessa colaboração dos santa-marienses, vamos ter condições saber com rapidez onde estão acontecendo estes problemas. E assim vamos conseguir atuar, dentro da legislação, fiscalizando e punindo quem não respeita o Meio Ambiente”, afirmou André Domingues.

Para Vanessa, a oportunidade de colaborar com o Poder Público reflete uma prática que deveria ser comum. “Não adianta só a gente reclamar no Facebook ou para os vizinhos. É preciso que a gente saiba que podemos ter voz junto à Prefeitura se assumirmos nosso papel de cidadão, denunciando o que não está correto e cobrando soluções, mas também apresentando ideias para o bem da nossa cidade”, concluiu.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *