É CINEMA. Bianca Zasso e “O homem que burlou a máfia”, um dos filmes policiais mais criativos dos 70’s

É CINEMA. Bianca Zasso e “O homem que burlou a máfia”, um dos filmes policiais mais criativos dos 70’s - bianca-chamada-2“…Inspirado na obra do escritor John Reese, a trama gira em torno de um assaltante de bancos com certa experiência que acaba arrecadando uma quantia pertencente a máfia durante um roubo. Daqueles acasos que não se sabe explicar nem na vida e nem na arte. Mas antes deste fato chegar ao conhecimento do público, Siegel conduz uma abertura que engana bonito o espectador.

Na cidadezinha de Tres Cruces, no Novo México, vemos jardins bem cuidados, crianças brincando, fazendeiros acordando para mais um dia de lida entre cavalos e vacas. Até a trilha, composta pelo argentino Lalo Schifrin, colabora para a atmosfera bucólica. Até que um casal estaciona em local proibido e é repreendido pela polícia. O marido vai ao banco descontar um cheque. A mulher…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra das “A vida e o roubo de Charley Varrick”, de Bianca Zasso. Nascida em 1987, em Santa Maria, Bianca é jornalista e especialista em cinema pelo Centro Universitário Franciscano (UNIFRA). Cinéfila desde a infância, começou a atuar na pesquisa em 2009.  Suas opiniões e críticas exclusivas estão disponíveis todas as quintas-feiras.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *