ESPORTE. Prefeitura abre edital para seleção de projetos esportivos a serem financiados pelo PROESP

ESPORTE. Prefeitura abre edital para seleção de projetos esportivos a serem financiados pelo PROESP

ESPORTE. Prefeitura abre edital para seleção de projetos esportivos a serem financiados pelo PROESP - Proesp

Entidades sem fins lucrativos de Santa Maria podem submeter projetos em três categorias: educacional, de rendimento e de participação

Por Ana Bittencourt / Prefeitura de Santa Maria

Já está disponível no site da Prefeitura de Santa Maria o edital do Programa Municipal de Apoio e Promoção do Esporte (PROESP) para captação em 2018. Pelo documento, a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer convoca organizações da sociedade civil e entidades sem fins lucrativos a participarem da seleção, enviando projetos esportivos de cunho educacional, de rendimento e de participação. Se selecionadas, as iniciativas receberão recursos disponibilizados pelo programa.

O cadastro das entidades encerra em 19 de outubro. Já os projetos devem ser protocolados na SMCEL entre os dias 23 de outubro a 06 de novembro. A homologação dos projetos selecionados ocorre no dia 20 de dezembro (confira o cronograma completo neste link). Os recursos para financiamento serão oriundos de renúncia fiscal. Para 2018, a Prefeitura vai destinar de 1% a 3% da receita proveniente do ISSQN, IPTU e ITVBI (calculados sobre cada imposto, respectivamente) para custear os projetos esportivos selecionados.

O PROESP 2018 apresenta algumas mudanças significativas em relação às edições anteriores. De acordo com o superintendente de Esporte e Lazer, Givago Ribeiro, a prioridade da nova gestão é dar a máxima transparência a todos os processos, desde a abertura do edital de seleção até a prestação de contas.

“Trabalhamos bastante na formatação do PROESP para o ano que vem. A forma organizada como estão dispostas as informações no site da Prefeitura destaca a legitimidade que queremos dar a todas as etapas”, afirma Givago Ribeiro.

No site institucional, no link PROESP 2018, os interessados em submeter projetos esportivos encontram todos os documentos necessários, como formulários, termos de compromisso e as novas logomarcas do programa.

Entre as inovações para o ano que vem, Givago Ribeiro destaca a reestruturação do Conselho Municipal do Esporte, formado por 18 membros efetivos e seus suplentes. Ao Conselho compete a missão de avaliar os projetos submetidos ao PROESP 2018. Ainda, a SMCEL terá uma comissão técnica para elaborar pareceres consultivos para que os membros da Comissão de Avaliação e Seleção (CAS) dos projetos possa ter suporte durante o processo.

“A comissão técnica não delibera. Ela apenas será um instrumento de consulta destinada à Comissão de Avaliação e Seleção. Tudo isso com o propósito de dar lisura aos procedimentos que vão culminar com a homologação dos resultados, em dezembro”, conclui o superintendente de Esporte e Lazer.

De acordo com o edital, cada projeto deverá contemplar uma das seguintes categorias:

Desporto Educacional: cujo público beneficiário são alunos matriculados em instituições de ensino de qualquer sistema, evitando-se a seletividade e a hipercompetitividade de seus praticantes, com a finalidade de alcançar o desenvolvimento integral do indivíduo e a sua formação para o exercício da cidadania e prática do lazer.

Desporto de Participação: caracteriza-se pela prática voluntária, compreendendo as modalidades desportivas com finalidade de contribuir para a integração dos praticantes na plenitude da vida social, na promoção da saúde e educação e na preservação ao meio ambiente.

Esporte de Rendimento: praticado segundo regras nacionais e internacionais, com a finalidade de obter resultados, integrar pessoas e comunidade do país e estas com as de outras nações.

Os projetos submetidos ao PROESP 2018 deverão ser enviados por e-mail, no formato PDF, e por meio da entrega presencial, em envelope identificado contendo a documentação exigida, diretamente na Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Rua Venâncio Aires, nº 1.934 – 2º andar da SUCV – Centro). Para outras informações, o contato pode ser feito pelo endereço eletrônico: proespsantamaria@gmail.com.



4 comentários

  1. Thadeu Bensk

    Ue, Santa Maria ainda tem superintendente de esporte? Quem falou da luz.no CDM não foi o casa civil?
    É uma piada a forma como o esporte de Santa Maria é representado no Executivo mesmo desde governo passado e nada de ação concreta

  2. Pablo Silva

    Será que haverá total igualdade?
    Se for a exemplo do uso dos ginásios CDM em que uma equipe tem muito mais horários do que outras sem explicações aí fica descarado o favorecimento.
    Esporte de Santa Maria está revoltado com esse tratamento. Depois da polêmica da luz agora falam em Proesp para tentar amenizar?
    Antes tinham que se preocupar em tratar todas equipes iguais e não favorecer umas e outras na cara dura

  3. Bruno S. De Oliveira

    Engraçado que depois de serem criticados resolvem anunciar supostos programas de melhorias. Piada.
    Vão administrar primeiro o que tem antes de criar mais uma coisa.
    Bem dito pelo Pablo terra de alguns. Alguns usam ginásio 10 vezes outros 2. Alguns usam ônibus para viajar o ano inteiro outros nenhuma.
    Os favorecidos tem acesso a Superintendência do Esporte os outros são tratados com burocracia.
    Muita política no nosso esporte, estamos cansados!!! Está na hora de criarem uma CPI do esporte assim como das máquinas vão descobrir muito.

  4. José Francisco

    O que existe de novo?
    Em vez de proesp cheio de regras para trocar 6 por meia dúzia deveriam é dar ginásios em condições e apoiar as equipes com o mínimo
    Entra governo e sai governo em Santa Maria e o esporte continua o descaso se bem que já era de esperar quando o Jorge Pozzobom acabou com o pouco da Secretaria de Esporte e deixou o mesmo nome para mandar na tal Superintendência que não vemos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *