IMPRENSA. TV Câmara do Legislativo de SM será transmitida em canal aberto da TV Digital em 2018

IMPRENSA. TV Câmara do Legislativo de SM será transmitida em canal aberto da TV Digital em 2018

IMPRENSA. TV Câmara do Legislativo de SM será transmitida em canal aberto da TV Digital em 2018 - TV-Câmara-1024x679

Para Marcos Borba, um dos editores de imagem de TV Câmara, a principal conquista é de cidadania, já que toda a população santa-mariense poderá conferir os trabalhos desenvolvidos no Legislativo Municipal. Foto Maiquel Rosauro

Por Maiquel Rosauro

A TV Câmara de Santa Maria completará duas décadas de história em 2018 e, neste mesmo ano, deve começar a ser transmitida por canal aberto. A iniciativa representa o resultado de um trabalho que vem sendo realizado há dez anos.

Na terça-feira (10), o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações publicou, no Diário Oficial da União, a portaria que autoriza à Câmara dos Deputados a utilizar o Canal 18D da TV Digital em Santa Maria. A mesma banda também será usada pela TV do Legislativo Municipal.

Hoje, TV Câmara é transmitida no Canal 16 da Net, enquanto que as sessões plenárias, as terças e quintas, são exibidas ao vivo pelo YouTube. O veículo também realiza a cobertura de audiências públicas e produz matérias e programas de interesse público. Além disso, cumpre um importante papel na formação de jornalistas, já que sempre esteve de portas abertas para estagiários.

Um dos principais idealizadores da TV Câmara em canal aberto é o cinegrafista Jorge Luis da Silva. Há dez anos ele se esforça para vencer todas as etapas de um processo longo e burocrático.

“O próximo passo é investirmos na compra de um transmissor e uma antena. Vamos fazer um pedido de orçamento para comprarmos no ano que vem”, projeta o servidor.

IMPRENSA. TV Câmara do Legislativo de SM será transmitida em canal aberto da TV Digital em 2018 - TV-Câmara-Diário-Oficial-da-União-II-863x1024

Autorização para o uso do Canal 18D pela Câmara dos Deputados, em Santa Maria, foi publicada na terça-feira (10). A mesma banda será usada pela TV Câmara

Quem também está animado com a novidade é o vereador João Ricardo Vargas (PSDB), que faz parte da Mesa Diretora da Casa.

“A RBS cedeu um espaço no Morro das Antenas para instalarmos o nosso equipamento. Após termos o orçamento, vamos abrir um edital de concorrência para aquisição. Em 2018, já queremos estar com a TV no ar”, comemora Vargas.

Com a novidade, a TV Câmara terá importantes mudanças. A começar pela programação. Dois novos profissionais serão contratados para dar conta da nova grade, que deverá atuar ainda mais forte em assuntos de interesse da comunidade. Os novos servidores, aliás, já foram até habilitados no concurso realizado em 2016, falta apenas o chamamento oficial.

Contudo, a principal alteração deve mesmo ser sentida pelo público, que poderá acompanhar de perto o dia a dia dos vereadores de Santa Maria.

“Esta é uma conquista importante para a cidadania, pois toda a população poderá conferir o que é feito na Câmara”, pontua o servidor Marcos Borba, um dos editores de imagem da TV de Câmara.



6 comentários

  1. O Brando

    Este é o nosso Brasil e esta é a nossa aldeia. Professores não recebem o piso, falta dinheiro na saúde, estradas e ruas esburacadas. Mas conseguem comprar transmissor, antenas, comprar equipamentos e contratar mais gente para um canal de tv com audiência praticamente nula. Acham que desta forma existe chance de alguma coisa dar certo. O negócio é anunciar nos classificados “Troca-se cidadania por ruas transitáveis”, “Troca-se cidadania por saúde”, ….

  2. Jorge

    É inacreditável que nos tempos de um Youtube privado que funciona de graça, vejam bem, inúmeras Câmaras de Vereadores já transmitem sessões ao vivo e também mantêm gravadas todas as sessões para qualquer um assisti-las no momento mais oportuno, os ilustres legisladores aumentam os gastos operacionais da referida Casa e nós pagarmos a conta.

    Dirão que nem todos têm computadores nem smartphones, a “cidadania é chegar a informação pública a todos”. Mas essas pessoas não vão assistir a TV Câmara, vão ver a Globo, a SBT e vão rezar com a Record e a Rede Vida. Não querem assistir discursos enfadonhos, moções e homenagens quase diariamente, discussões vãs. Para quem realmente tem interesse, há o Youtube. De graça.

  3. Andreas

    Com sinal aberto e digital, o acesso será a todos, não apenas para quem assina a net.
    Espero que seja um canal que venha somar na grade de programação da tv aberta, com programação diferenciada.
    E vai de cada um se interessar ou não pelas discussões do legislativo municipal, ou assistir a globo.

  4. O Brando

    Audiência na NET é traço também. Programação diferenciada? Tem toda chance disto acontecer, cheira a subsídio disfarçado para os “produtores de vídeo” locais. Interessados ou não, todos pagarão a conta. Globo não é a única alternativa.

  5. Jorge

    Programação diferenciada? Mamamia, que novidade. Então não vão só mostrar as sessões sonolentas? E quem vai produzir? De graça? Já sei, vai ser bem barato: vão colocar seis pessoas sentadas em cadeiras ou ao redor de uma mesa para discutir o sexo dos anjos. Ou quem sabe vai custar um pouquinho mais caro? Vai ter um cozinheiro que ensinará a fazer pratos chilenos? Alguém vai mostrar as baladas noturnas de Santa Maria fazendo “ricas” entrevistas com as personalidades locais baladeiras? “Te cuida, Azar” Vão comprar as séries retrô que ninguém quis ver na TV Santa Maria, mas que vão querer ver agora? k k k… Vão mostrar os jogos de sinucas do Caixeral? E quem vai pagar essa pensão para mais um campeão de traço zero de audiência?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *