SAÚDE. Vereadores irão bater na porta do Estado e reivindicar repasses para a Casa de Saúde. Tá, e daí?

SAÚDE. Vereadores irão bater na porta do Estado e reivindicar repasses para a Casa de Saúde. Tá, e daí? - câmara-westphalen

Encontro foi realizado na Sala de Reuniões da Câmara de Vereadores de Santa Maria. E Pedro Wesphalen apareceu de surpresa

Por MAIQUEL ROSAURO (texto e foto), da Equipe do Site

A falta de repasses do Estado para a Casa de Saúde agora também é um problema do Legislativo santa-mariense. A Comissão Especial que trata do tema vai bater na porta do governo para solicitar providências.

Na tarde dessa segunda-feira (13), os vereadores João Kaus (PMDB), Celita da Silva (PT) e Cida Brizola (PP) reuniram-se com a diretora da Associação Franciscana de Assistência à Saúde (Sefas), entidade que administra o Hospital Casa de Saúde, irmã Ubaldina Souza; o administrador da unidade, Rogério Carvalho; a secretária municipal de Saúde, Liliane Duarte; o responsável pela 4ª Coordenadoria Regional de Saúde, Roberto Schorn; e a fiscal do contrato da Administração Municipal e a Casa de Saúde, Adriana Krum.

Devido ao atraso no repasse de incentivo por parte do Estado, mais de R$ 1 milhão é devido aos médicos da unidade. Alguns dos profissionais não recebem desde o mês de junho.

“Falem com os deputados de vocês e peçam para destinarem emendas para custeio, isso nos ajuda”, solicitou irmã Ubaldina.

De acordo com o vereador João Kaus, presidente da comissão, será marcada uma reunião com os secretários estaduais da Fazenda, Giovani Feltes, e de Saúde, João Gabbardo para reivindicar os repasses.

“Temos que saber onde é mais necessário e não pode faltar dinheiro para a manutenção os serviços”, explica Kaus.

Assim que a agenda com os representes do Estado for marcada, o peemedebista pretende convidar secretários municipais de saúde da região para participarem do encontro.

Um futuro melhor?

Durante a reunião, o secretário estadual de Transportes, Pedro Westphalen, apareceu de surpresa na sala de reuniões do Legislativo. Durante a breve visita, ele disse que a tendência é a melhora das contas do governo em dezembro.



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *