Destaque

EDUCAÇÃO. Termina a greve no magistério estadual

Assembleia Geral do CPERS/Sindicato determinou o retorno às aulas a partir desta sexta-feira (8). Foto Divulgação

Por Maiquel Rosauro

Após 94 dias de greve, a paralisação dos educadores estaduais foi suspensa na tarde dessa sexta-feira (8). A decisão foi tomada em Assembleia Geral realizada no Ginásio Gigantinho, em Porto Alegre.

A greve iniciada em 5 de setembro reivindicava o fim do parcelamento de salários. Contudo, o governo mudou sua estratégia e passou a pagar primeiro quem possui os menores vencimentos, atrasando o pagamento de quem ganha mais.

Ao longo da mobilização, as negociações com o governo fracassaram e, nas últimas semanas, os representantes do Piratini se recusaram os receber os grevistas. Por consequência, a greve foi perdendo forças com o retorno gradual dos educadores às aulas.

No 2º Núcleo, de Santa Maria e região, a paralisação se manteve forte e, apenas na última quarta (6) a Assembleia Regional aprovou o fim da greve.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Alem de não arrumarem nada ainda vão da aula até março,e brincadeira esse foi o tal tiro no pé, votaram nele e agora queriam greve, não levaram nadakkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo