IgrejaSanta MariaTragédia

DATA. O inesquecível 27 de janeiro, por Lourdes Dill

Pela irmã LOURDES DILL, FDC, Coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança

Sim! O inesquecível 27 de janeiro de 2013, jamais apagar-se-á em nossas memórias e na memória de Santa Maria, do Brasil e do mundo inteiro.

Aquele dia, naquela hora, aquele espaço, aquela madrugada, aquele contexto, aquela tragédia não se apagará jamais em nossa memória e muito menos na memória dos pais, familiares, sobreviventes, amigos mais próximos, apoiadores das famílias atingidas. Uma tragédia desta natureza que ceifou a vida prematura de 242 jovens, na sua tenra idade, cheios de vida, sonhos, utopias, planos de um futuro promissor, para o qual haviam se preparado, com tanta dedicação, esmero e eficiência, com o apoio de seus pais, familiares, professores, amigos e Universidades.

Ao completar cinco anos, o inesquecível 27 de janeiro de 2013, gostaríamos de fazer desfilar, como representantes amigos e apoiadores dos pais e familiares a memória e a lembrança dos 242 jovens, vítimas desta tragédia que foram ceifados em sua tenra idade, tão bruscamente, de todas as Classes Sociais e para que nunca mais se repitam tragédias desta natureza.

O papel das Igrejas Cristãs ao longo destes cinco anos sempre foi de muita Fé, encorajamento, Esperança e Solidariedade. Ao longo deste tempo rezamos muitas vezes juntos, celebramos, fortalecemo-nos mutuamente na Fé, na Esperança e na certeza de que os jovens já se encontram na Eternidade, onde há muitas moradas e de lá intercedam por nós. Temos certeza que os 242 jovens se encontram na Vida Plena em Deus, na Casa do Pai.

Os 242 jovens partiram. “Eles deixaram muito de si e levaram muito de nós”. Na ausência dos jovens, ficou a lembrança, a saudade e sua tenra idade vivida com tantos sonhos, utopias e esperanças.

Agora, resta-nos rezar por eles, pedir a sua intercessão e clamar por Justiça para os que devem julgar os fatos. Que a Justiça Humana, em todos os níveis, seja iluminada pela Justiça Divina, para fazer julgamentos justos, honestos e verdadeiros. Queremos inspirar-nos na sábia palavra de Jesus: “A Verdade vos Libertará”.

Que a Verdade, a Justiça e a Solidariedade, sejam as principais virtudes daqueles que deverão julgar os fatos, os longos processos, os julgamentos e encaminhar sob a guarda da Mãe Medianeira de Todas as Graças, as soluções para este trágico acontecimento que jamais se apagará em nossas memórias.

Ao completar cinco anos desta tragédia que chocou a todos nós e o mundo. A justiça dos homens é lenta, desacreditada, incerta, desumana e desqualificada. A justiça na qual podemos confiar é a Divina, porque Deus não falha. Mesmo não estando em Santa Maria no dia 27/01/2018, uno-me aos pais, familiares, sobreviventes, amigos e todos aqueles que tem um coração solidário, Orante e saudoso para clamar por justiça e elevar a Deus nossas Preces confiantes pelos 242 jovens que ficarão para sempre em nossa memória. Força e coragem para os pais e sobreviventes.

Santa Maria é uma cidade acolhedora e hospitaleira. É uma cidade que acolhe e sedia espaços de Educação para tantos jovens. Juntos, queremos clamar por menos violência, por mais vida, cuidado e Dignidade para todas as pessoas.

Reviva Santa Maria!  Acorda Santa Maria! Revigora-te Santa Maria!

Juntos, sim, todos juntos em sintonia com os pais, familiares, sobreviventes e todo povo queremos, reerguer nossa cidade e dizer ReViva Santa Maria!

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo