CidadaniaEconomia SolidáriaIgreja

ENTREVISTA. Ir. Lourdes, economia solidária e rótulo de ’comunista’ rechaçado: ‘projetiva e transformadora’

Irmã Lourdes fala sobre importância do trabalho coletivo. Mas não ficou apenas nisso, na entrevista à assessoria de imprensa da Sedufsm

Por FRITZ R. NUNES (com frame de Ivan Lautert), da Assessoria de Imprensa da Sedufsm

Às vésperas do Natal, a coordenadora do projeto Esperança/Cooesperança de Santa Maria, ligado à diocese da Igreja Católica, irmã Lourdes Dill, concedeu uma entrevista à assessoria de imprensa da Sedufsm. Em depoimento publicado na página do sindicato no facebook no dia 22 de dezembro, e agora também no canal do sindicato no you tube, a freira discorreu sobre temas variados, como por exemplo, a importância do trabalho coletivo, que é o pilar de sustentação dos diversos projetos desenvolvidos através do Esperança/Cooesperança, ao longo de mais de três décadas.

Irmã Lourdes rememorou a campanha do Betinho (sociólogo Herbert de Souza), responsável pelo pontapé inicial das ações que, na década de 90, foram fundamentais para a construção de políticas públicas de combate à fome no Brasil. Ao mesmo tempo, a religiosa também lamentou que, diante da recente crise econômica, o país tenha regredido nos índices de combate à pobreza, com milhares de pessoas voltando ao nível de miserabilidade.

Em seu depoimento, a freira foi muito enfática em relação à participação política. Para irmã Lourdes, se abster da política é alienar-se de um processo fundamental na evolução da sociedade. Quando questionada sobre críticas que ela recebe, sendo chamada até de “comunista”, ela diz não se importar com isso. Irmã Lourdes diz inspirar-se em nomes como os falecidos bispos Dom Ivo Lorscheiter e Dom Helder Câmara, além do próprio Betinho, e atualmente do Papa Francisco. “Sou uma pessoa projetiva e transformadora e que almeja um outro mundo possível”, resume ela.

Acompanhe abaixo, a íntegra da entrevista:

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Parabéns a equipe de reportagens SDUFSM uma das melhores entrevista que já assisti até hoje queria eu ter um centésimo da energia e força para lutar pela sociedade como a irma Lurdes para mim um simbolo nacional da sociedade carente , quanto aqueles que a criticam e a chamam de (comunista) não tem relevância alguma como ela mesmo diz são pessoas pobres de capacidade interativa que nem se quer seriam capaz de ajudar seu próprio irmão portanto gente sem nenhum valor , reitero minha opinião prefiro “um comunista socialista humanitário”, do que 1000 direitista reacionário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo