EconomiaInternetJornalismoMídiaNegócios

MÍDIA. Jornal do Brasil volta a circular, impresso, já agora em fevereiro. Enquanto isso, a revista Época…

Quem tem razão? O futuro próximo dirá. No entanto, há dois fatos importantes ocorrendo na grande mídia tradicional brasileira. Um deles é a virtual extinção da revista Época, das Organizações Globo, em sua versão impressa – dada como certa no meio.

Enquanto isso, um empresário que, diz-se, será candidato a governador do Rio de Janeiro (ainda não se sabe por qual partido) porá nas ruas, outra vez, um venerando veículo carioca nascido ainda no século 19: o Jornal do Brasil (imagem acima, de arquivo/reprodução), há alguns anos circulando apenas na internet. Sobre o JB especificamente, confira o que publica o portal especializado Coletiva.Net. A imagem é de Reprodução. A seguir:

“O Jornal do Brasil voltará a circular na versão impressa a partir de 25 de fevereiro. O retorno se dará após quase oito anos, quando o empresário Nelson Tanure, arrendatário da marca JB, anunciou a migração do papel para o ambiente digital. O impresso foi o primeiro a deixar de ser veiculado no formato tradicional, em 2010.

O anúncio da volta do formato standard aconteceu em paralelo à chegada do empresário Omar Resende Peres, o Catito, à redação em dezembro do ano passado. Como publisher, o profissional adiantou, na época, seus planos de revitalização da marca, como a criação da JB-TV. Além disso, o ex-dono da afiliada da Rede Globo, a TV Panorama de Juiz de Fora, mostrou-se inclinado ao retorno da circulação da versão impressa.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Não é uma situação de “quem tem razão”. O fato de uma exceção acontecer não significa que a regra vai mudar. A regra segue uma tendência tecnológica que barateia o serviço e está afinada com a rapidez e eficiência na entrega do conteúdo que a tecnologia proporciona, e o público que quer assim, paga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo