SOBE/DESCE. Governo muda de postura na Câmara. Já o PT se complica com atrito entre seus parlamentares

SOBE/DESCE. Governo muda de postura na Câmara. Já o PT se complica com atrito entre seus parlamentares - maiquel-sobe-e-desce

Admar descobriu que não precisa ficar apenas se defendendo e que a tribuna também é local de divulgar as ações do governo. E Mortari bem que tentou encaminhar moção de repúdio à Prefeitura em razão dos buracos . Mas faltou combinar melhor dentro do Grupo dos 11

Por MAIQUEL ROSAURO (com fotos de Fabrício Vargas/AICV), da Equipe do Site

O governo Pozzobom saiu da defesa e começou a encarar o jogo político de igual para igual na Câmara de Vereadores. Conseguiu derrotar uma moção de repúdio à Prefeitura e, vejam só, após um ano e três meses de gestão, pela primeira vez começou a divulgar na tribuna as ações realizadas pelo Executivo. Por outro lado, o Partido dos Trabalhadores (PT) teve uma semana para esquecer.

SOBE

Admar Pozzobom (PSDB)

O líder da bancada tucana surpreendeu na sessão de quinta (12). Adotou uma nova postura e, durante dez minutos, listou diversas ações positivas desenvolvidas pelo Executivo em diferentes áreas de atuação.

Cezar Schirmer (PMDB)

Junto com o governador José Ivo Sartori (PMDB), o secretário de Segurança Pública entregou, na noite de quinta (12), as chaves da antiga Superintendência do DAER, localizada na Rua Gaspar Martins. O local abrigará a sede do IGP.

Luci Duartes – Tia da Moto (PDT)

Recebeu o Premio Internacional Grandes Mujeres 2017, promovido pela World Federation for Ladies Grand Master (WFGLM), em virtude de seus trabalhos filantrópicos e esforço dedicado às crianças e adolescentes em situação de risco.

DESCE

Marion Mortari (PSD)

O vereador não conseguiu aprovar a moção de repúdio ao Executivo em razão dos buracos nas ruas de Santa Maria. Ele não contava com a ausência de Deili Silva (PTB) na sessão de quinta e também com o voto contrário de Ovidio Mayer (PTB).

Lorena Santos (PSDB)

Defendeu, na terça (10), Projeto de Lei que institui a Semana da Cultura Evangélica no Município. A proposta foi aprovada, mas o problema é que já existe em Santa Maria a Semana Municipal dos Evangélicos e a também a Semana Municipal da Comunidade Evangélica.

Helen Cabral (PT)

A ideia, na segunda-feira (9), era fazer uma reunião com a bancada para buscar uma harmonia entre os parlamentares. Mas o que a presidente do PT/SM não esperava é que uma discussão entre Celita da Silva e Daniel Diniz causasse uma crise no partido.



1 comentário

  1. Roberto Fratare

    Marion está desesperado por mídia.
    Não vai ser deputado.
    Esqueça.

    Helen Cabral já devia ter voltado para escola em que dava aula e esquecer sua veia política.
    Fraca, desagregadora e sem empatia.
    Não faz jus as muitas lideranças que o PT já teve.
    Onde está o Galvão e Fernando Menezes?
    Trocaram o Fabiano por Cabral, Diniz e Valdir?
    Falta nome, tamanho e política para o PT.
    Seus líderes envelheceram , muitos foram presos e outros ainda vão ser.

    Perderam para o Pozzobom que mesmo tendo pecado na sua articulação política vai dando sinais de recuperação.

    Grupo dos 11 até quando?
    O PTB já deu o sinal.
    Agora é só esperar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *