Destaque

SALA DE DEBATE. Inclusive com notícias em 1ª mão, toxoplasmose vira assunto (quase) único do programa

O mediador Roberto Bisogno (E), com os convidados desta quarta: este editor, Elizabeth Copetti e Eni Celidonio (foto Gabriel Cervi Prado)

Promessa, promessa, promessa. É só o que o município ouviu do Governo Federal, acerca do envio de medicamentos para combater o surto de toxoplasmose que já tem mais de mil casos notificados em Santa Maria. Tanto que, se num último esforço “diplomático”, a solução não vier (o Ministério da Saúde só promete solução para agosto/setembro, quando o surto terá ido embora), o município, juntamente com o Ministério Público Federal, pretende entrar na Justiça buscando obter os remédios tão necessários nesse momento.

A informação, repassada ao programa pela Procuradora do Município Rossana Boeira, foi apenas uma entre as várias em primeira mão, oferecidas pelo “Sala de Debate” de hoje, na Rádio Antena 1, entre meio dia e 1 e meia. Mas há mais, inclusive a informação sobre a vinda de profissionais do Ministério da Saúde ainda hoje e de um grupo de médicos norte-americanos, que chegam na sexta-feira.

O “Sala” teve a ancoragem de Roberto Bisogno, com a participação deste editor e dos convidados Eni Celidonio e Elizabeth Copetti.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Amanhã é dia dos “enragés” e “sans-culotes” no programa? Ficam falando nos “egóistas”, “exploradores”? Cada vez que um deles escuta as críticas no programa deve pensar: “vou tomar mais uma dose de single-malt 21 anos para acalmar os nervos, senão não durmo de preocupado”.

  2. Para quem foi atingido é 100%, para quem não foi é 0,035% da população da cidade.
    Processos como este são mais de 1000 por dia, alguém acha que vão perder o sono em Brasília por causa disto? Com a confusão dos caminhoneiros? Quem quiser ficar “brabinho” que fique, problema dele ou dela.
    Americanos? Podem colocar manchete no jornal: “Santa Maria é a cidade mais porquinho da índia do Brasil”.
    Dizem que tem gente que trabalha com iluminação LED na UFSM, mas é do pessoal que não tem ‘amigos’ para fazer jabá e ‘valorizar o passe’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo