CIDADE. Abertura do Hospital Regional, mesmo que parcial, leva a Prefeitura a ‘mexer’ no entorno do local

CIDADE. Abertura do Hospital Regional, mesmo que parcial, leva a Prefeitura a ‘mexer’ no entorno do local - prefeitura-hospital-regional

Estruturas das novas paradas de ônibus serão instaladas nos próximos dias, nos dois sentidos da Rua Florianópolis, perto do Hospital 

Por MAURÍCIO ARAUJO (texto) e JOÃO ALVES (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Em cerca de 30 dias, o ambulatório do Hospital Regional de Santa Maria deve iniciar seus serviços. Com isso – e posteriormente com a abertura dos demais setores da instituição – o movimento deve se intensificar na região, o que fez a Prefeitura reavaliar os estudos de impacto na localidade. Dessa forma, o Executivo Municipal realizou uma vistoria, na tarde desta terça-feira (12), no entorno do Regional, no Bairro Pinheiro Machado, com o objetivo de acelerar as obras das ruas que dão acesso ao complexo hospitalar; verificar o posicionamento das paradas de ônibus; rever as linhas dos coletivos; e revitalizar a sinalização de trânsito. Na segunda-feira (11), o prefeito Jorge Pozzobom esteve em Porto Alegre participando da assinatura do convênio entre o Governo do Estado e a Fundação Universitária de Cardiologia, que irá fazer a gestão do Hospital Regional.

Nos próximos dias, a Secretaria de Mobilidade Urbana irá instalar duas paradas de ônibus na Rua Florianópolis – nos dois sentidos: uma ao lado da entrada do Hospital Regional e a outra em frente a um estabelecimento comercial. A sinalização das vias principal e adjacentes também estão sendo avaliadas e, se necessário, serão revitalizadas para melhor atender aos motoristas e pedestres que virão utilizar as ruas. Ressalta-se, ainda, que os fiscais da Secretaria de Mobilidade estão estudando quais linhas irão abastecer a região.

“Realizamos um levantamento nas ruas, principalmente em relação às novas linhas de ônibus, bem como as paradas. Novos estudos estão sendo feitos para melhor atender à população”, ressaltou o secretário de Mobilidade Urbana, João Ricardo Vargas, o Coronel Vargas.

Já de acordo com a Controladoria Geral, também foram verificadas as obras em andamento de quatro vias da região: o segundo trecho da Rua Florianópolis; as ruas Adi Forgiarini e Adair Maciel; e Avenida Brasil. Ainda, para melhorar a infraestrutura da localidade, a Prefeitura começará a notificar os proprietários de residências na Rua Florianópolis para que os muros e as grades das casas sejam recuados, com intuito de que sejam feitas calçadas. Os recursos utilizados nesta ação são do programa Pró-Transporte.

O Hospital Regional de Santa Maria será 100% SUS e terá 240 leitos. O primeiro setor a funcionar será o ambulatório, que servirá de apoio à rede básica. Em seguida, devem entrar em funcionamento o ambulatório de reabilitação e da área de cuidados prolongados.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *