LUNETA ELETRÔNICA. Horário inverso, Sartori e a prioridade para segurança pública, vacina para todos

LUNETA ELETRÔNICA. Horário inverso, Sartori e a prioridade para segurança pública, vacina para todos

* Não tem como deixar de dizer que se trata de um privilégio que a iniciativa privada não pode ou não quer e, assim, não concede aos seus funcionários.

* No caso, é deixar de funcionar em dias (ou turnos) nos quais o Brasil disputa partidas pela Copa do Mundo de Futebol.

* Dito isto, na quarta-feira, em que o “escrete” nacional enfrenta a Suécia em gramado russo, a partir das 3 da tarde, trabalho, mesmo, em alguns órgãos, só mesmo de manhã.

* Assim será, pelo menos, na Universidade Federal de Santa Maria, na Prefeitura Municipal e na Câmara de Vereadores – que “abrirão” no horário inverso ao do futebol.

* A aparição do governador José Ivo Sartori no programa Governo e Comunidade, gravado no Palácio Piratini, distribuído para as emissoras de rádio (boa parte delas o retransmite) dá boa dica das bandeiras a ser desfraldadas na campanha eleitoral.

* No programa deste sábado (AQUI), Sartori enfatizou a área de segurança pública e a aquisição de equipamentos, sobretudo à Brigada Militar, mas também à Polícia Civil.

* O governador lembrou o “investimento de R$ 4,7 milhões” em 30 caminhonetes entregues ao Batalhão de Operações Especiais e ao Comando Ambiental da Brigada Militar.

* É uma ação que “demonstra o compromisso que o nosso governo assumiu de trabalhar com muita dedicação e investindo sempre que possível na área da segurança”, disse Sartori.  E então?

LUNETA ELETRÔNICA. Horário inverso, Sartori e a prioridade para segurança pública, vacina para todos - luneta-vacina

Agora, todas as pessoas, independente de grupo, poderão procurar as unidades de saúde, em busca da vacina (foto Deise Fachin/AIPM)

* As autoridades, enfim, decidiram não fazer mais prorrogações na Campanha de Vacinação contra a Gripe. A suposição, correta, é que houve tempo suficiente, um mês, para os grupos prioritários procurarem os postos e se imunizar.

* Essa é, provavelmente, a raiz para a decisão de abrir, a partir desta segunda-feira, para todos os cidadãos, mesmo os que não fazem parte dos grupos de risco.

* No caso de Santa Maria, em que foram vacinados, até a última quinta-feira, 86,2 mil pessoas, a vacina está disponível nas Unidades de Saúde.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *