CampanhaEleições 2018PartidosPolítica

ELEIÇÕES. Partido do Fort e do Cherini decide nesta quarta se ficará com José Ivo Sartori ou Eduardo Leite

Presidente estadual do PR, o deputado federal Giovani Cherini (foto), que deixou o PDT, garante que até esta quarta-feira o partido, que tem também o santa-mariense Luiz Carlos Fort, ex-vereador pelo PT, definirá apoio – para o tucano ou o peemedebista

No Correio do Povo, com texto de FLÁVIA BEMFICA e foto de GUSTAVO LIMA, da Agência Câmara

Disputado pelo MDB e pelo PSDB na formação das alianças estaduais em função principalmente da fatia de que dispõe na propaganda eleitoral no rádio e na TV, o PR gaúcho pretende anunciar até quarta-feira sua escolha. O presidente estadual do PR, deputado federal Giovani Cherini, está colocando quarta como prazo limite, mas o anúncio oficial pode sair antes, ainda na terça.

Na tarde desta segunda, Cherini faz uma videoconferência com os 27 pré-candidatos a deputado estadual que a sigla pretende apresentar na corrida por uma cadeira na Assembleia Legislativa. Tanto aos articuladores do governador José Ivo Sartori (MDB), que pretende a reeleição, como aos de Eduardo Leite, pré-candidato ao PSDB ao Piratini, Cherini ressaltou que a prioridade do PR é eleger integrantes do Legislativo. “Não pleiteamos nem governo, nem vice e nem Senado. Nossa prioridade são as bancadas”, resume.

Internamente, lideranças do PSDB asseguram que o PR deve apoiar Leite, mas Cherini, sem disfarçar a satisfação provocada pelo assédio de emedebistas e tucanos, evita antecipações. “Ainda não posso dizer, porque todo o dia é uma emoção. Acredite, ainda tenho gente pensando em apoiar o Jairo Jorge (pré-candidato do PDT ao governo).”

Na tarde desta segunda o PR também bate o martelo a respeito da data e local de sua convenção estadual. A data mais provável é 30 de julho, no Plenarinho da Assembleia Legislativa.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

6 Comentários

    1. Luz existia. De lampião com óleo de baleia.
      Eletricidade é outra coisa.
      Garibaldi é daquele que quando falta energia elétrica diz que “faltou luz”, em pleno dia ensolarado.

  1. O ‘pôvú’ é uma ficção criada no tempo da revolução francesa. Naquela época muita gente foi pendurada pelo pescoço em postes de luz enquanto gritava ‘isto não é constitucional!’.

  2. Depois os politicos não querem ser chamados de oportunistas, e o ultimo pau do galinheiro, se o povo abrisse os olhos fazia uma limpa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo