EducaçãoUFSM

UFSM. Apresentada proposta de política de Extensão. Agora, a discussão acontece nos Centros da instituição

Minuta foi apresentada nesta segunda-feira, com a participação dos dirigentes, além de Lisboa Filho, o titular da Pró-Reitoria de Extensão

Da Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor da UFSM, com foto de Aline Dalmolin

A apresentação da minuta da Política de Extensão da UFSM foi pauta da reunião semanal do reitor junto às pró-reitorias, na Sala dos Conselhos da Reitoria, nesta segunda-feira (9). A proposta inicial foi apresentada pela equipe da Pró-Reitoria de Extensão (PRE), com destaque para o debate que vem sendo desenvolvido com as unidades de ensino e encaminhado para a apreciação de toda a comunidade acadêmica.

“O importante é que todos possam contribuir para que tenhamos uma política que seja representativa”, afirma o pró-reitor de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho. Ele ressaltou que o debate surgiu não só em função de buscar atualizar a Política de Extensão, mas no sentido de melhor alinhá-la ao perfil da Instituição, aproximando-a cada vez mais da comunidade.

O reitor Paulo Afonso Burmann salientou a necessidade de intensificar a ação da Universidade no que tange à extensão, trabalhando junto com as comunidades e com respaldo do poder público. “Precisamos estar integrados e trabalharmos de forma melhor estruturada pelo desenvolvimento regional, mudando de uma perspectiva de mão única para mão dupla, a fim de que todos capitalizem resultados”, desafia o reitor. Ele também destacou a necessidade de a extensão atuar em múltiplas frentes, de forma integrada ao ensino e à pesquisa. Burmann enfatiza que, “ao mesmo tempo que trabalhamos na incubadora social, também trabalhamos com incubadoras tecnológicas e de inovação. Podemos ser múltiplos e atuarmos nessas duas frentes; elas não são contraditórias”.

A minuta da Política de Extensão foi bem recebida pelos pró-reitores, que parabenizaram a iniciativa do debate e o caráter institucional das propostas. A pró-reitora de Graduação, Martha Adaime, destacou a contribuição da Política para a integração da extensão às ações de ensino superior. “Com a política estabelecida, podemos pensar em como cumprir a curricularização da extensão. A largada foi dada e já temos o caminho, com uma folga bem grande em termos de prazo para fazermos isso até o final de 2024”, salientou a pró-reitora.

A Política de Extensão dispõe sobre diretrizes, objetivos, linhas e eixos de extensão da UFSM, bem como a caracterização, classificação, registro e financiamento das ações de extensão. O texto agrega esses aspectos de forma alinhada à Política Nacional de Extensão e aos desafios do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). Um dos itens mais importantes é a definição de diretrizes para a inserção das ações de extensão na graduação. A partir da curricularização da extensão, 10% da carga horária dos cursos de graduação ocorrerá em atividades de extensão, o que não implicará um aumento da carga horária dos cursos.

O debate sobre a minuta da Política iniciou na semana passada no Centro de Educação (CE) e no Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH), e segue nesta terça-feira (10), no Centro de Ciências Rurais (CCR), a partir das 8h30min e no Centro de Artes e Letras (CAL), a partir das 14h. Já as demais unidades sediarão as discussões a partir do mês de agosto.

Confira AQUI mais detalhes sobre a Política de Extensão.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo