BRASÍLIA. Prefeito e edis atrás de troco para a ‘Travessia Urbana’ e outras obras em Santa Maria

BRASÍLIA. Prefeito e edis atrás de troco para a ‘Travessia Urbana’ e outras obras em Santa Maria

BRASÍLIA. Prefeito e edis atrás de troco para a ‘Travessia Urbana’ e outras obras em Santa Maria - vereadores-e-pozzobom-em-brasília

Prefeito cumpre agenda em Brasília junto à Bancada Gaúcha e no Ministério da Integração Nacional. Aqui, com os cinco vereadores

Por MARIANA FONTANA (com foto de Divulgação), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Ainda realizando compromissos em Brasília, o prefeito Jorge Pozzobom cumpriu, nesta terça-feira (30), agendas com a Bancada Gaúcha da Câmara Federal e no Ministério da Integração Nacional.

Na reunião da Bancada Gaúcha, o chefe do Executivo tratou, junto a uma comitiva de vereadores do Município, sobre a destinação de recursos para a continuidade das obras da Travessia Urbana em Santa Maria. Conforme o prefeito Pozzobom, foi oferecido um valor de R$ 15 milhões, que não foi aceito pela comitiva do Município. O objetivo é garantir, pelo menos, entre R$ 40 e R$ 50 milhões, conforme o chefe do Executivo.

“Essa é uma demanda que não é do prefeito Pozzobom, nem da Prefeitura. É da cidade de Santa Maria. Por isso, estou aqui, com um conjunto de vereadores, buscando esses recursos. Estamos integrados, independente de partido. Virmos até aqui é muito importante para garantir a destinação das emendas”, ressaltou o prefeito Pozzobom.

Integram a comitiva os vereadores Celita da Silva (Profª Celita); Manoel Badke (Maneco); Jorge Trindade Soares (Jorjão); Maria Aparecida Brizola (Drª Cida); e Vanderlei Araújo.

USINA DE ASFALTO

Já no Ministério da Integração Nacional, Pozzobom e o secretário de Desenvolvimento Rural do Município, Rodrigo Menna Barreto, estiveram reunidos com o secretário-executivo Gustavo Henrique Rigodanzo Canuto. Na oportunidade, eles trataram sobre a nova usina de asfalto que o Município deve receber. A Prefeitura já está habilitada para receber o equipamento. Agora, o prefeito Pozzobom trabalha, em uma articulação junto à União, para a liberação dos recursos necessários.

Na reunião com Canuto, o chefe do Executivo pediu a realocação de valores do orçamento para viabilizar a construção da estrutura. As verbas chegam ao montante de R$ 1,5 milhão para a construção da estrutura, com contrapartida de R$ 400 mil do Executivo Municipal.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *