CidadaniaEducação

CIDADANIA. Universidade Franciscana assume uma posição firme contra o racismo, via ato público e nota

De um lado, o ato convocado pelo Facebook, realizado no início da noite desta terça-feira. De outro, uma “Nota de Repúdio” que faz justiça ao nome, assinada pela reitoria da instituição. Assim reagiu, com firmeza, contra o racismo, a Universidade Franciscana.

E com absoluta presteza, menos de 24 horas depois do fato criminoso acontecido numa das dependências da UFN, na noite de segunda-feira, com uma menção nojenta contra seres humanos (imagem ao lado). De pronto, o evento marcado. E na manhã desta terça, a nota da Reitoria.

Conforme registrou nota na versão online do Diário de Santa Maria (AQUI), os alunos do curso de Jornalismo “foram surpreendidos, por volta das 21h de segunda-feira, por uma frase de cunho racista escrita no quadro da sala 606 do prédio 14, que abriga os cursos da Comunicação Social.”. Mais: como afirma a nota assinada pela jornalista Silvana Silva, este é o “sexto (grifo deste editor) ataque de cunho racista registrado nas duas maiores instituições de Ensino Superior de Santa Maria”, se referindo aos anteriores, ocorridos na UFSM, desde meados do ano passado.

A seguir você confere a dura e precisa nota da UFN, na íntegra:

Nota de Repúdio

Em relação a uma mensagem produzida em ambiente acadêmico de cunho racista, postada em rede social, a Reitoria da Universidade Franciscana, UFN, condena o ato, interpretando-o como violento e inaceitável, repudiando qualquer forma de discriminação na universidade. 
A instituição possui entre os seus princípios, que a diversidade representa o maior valor de uma universidade e, por isso, não apoia manifestações que não promovam o diálogo e o conhecimento.
Conforme o Regimento Disciplinar da UFN, praticar atos discriminatórios que infrinjam o respeito à diversidade e às diferenças culturais é passível de punição, com advertência, repreensão, suspensão ou desligamento institucional.
Diante do acontecimento, a Reitoria irá investigar os fatos internamente e, sendo o autor identificado, conforme disposições legais, poderá ser encaminhado as autoridades competentes, conforme Lei nº 7.716, Art. 20, que dispõe a pena para quem praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.
Em relação ao ato mobilizatório, previsto para este dia 30 de outubro, a Reitoria apoia e entende a pauta como fundamental para o fortalecimento da capacidade crítica, reflexiva e dialógica em vista da superação de atitudes discriminatórias de qualquer natureza.”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI (se for usuário da rede social).

LEIA TAMBÉM:

Ato em repúdio a racismo na UFN reuniu mais de 200 pessoas”, de Camila Gonçalves, na versão online do Diário de Santa Maria (AQUI  – se você for assinante)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo