É CINEMA. Bianca Zasso e um filme de horror cuja diretora não nega, longe disso, sua origem brasileira

É CINEMA. Bianca Zasso e um filme de horror cuja diretora não nega, longe disso, sua origem brasileira

É CINEMA. Bianca Zasso e um filme de horror cuja diretora não nega, longe disso, sua origem brasileira - bianca-chamada-1“…Quando dois assaltantes invadem o estabelecimento, Gabriela aperta o botão do slasher, gênero que se caracteriza por conter assassinos em série, facas afiadas e jovens em perigo constante. Só que ao invés de investir na cópia, O Animal Cordial não nega suas raízes.

É uma história com personagens bem brasileiros, como o nordestino explorado pelo patrão, a moça rica que esnoba quem lhe serve… e o animal cordial, representado por Sara. Devota do chefe, por quem alimenta uma paixão, ela parece não se importar de colocar a própria vida em risco para ajudá-lo. E isso inclui matar. E muito sangue…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra de “Cordialidade assustadora”, de Bianca Zasso. Nascida em 1987, em Santa Maria, Bianca é jornalista e especialista em cinema pelo Centro Universitário Franciscano (UNIFRA). Cinéfila desde a infância, começou a atuar na pesquisa em 2009.  Suas opiniões e críticas exclusivas estão disponíveis todas as quintas-feiras.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *