CulturaPrefeituraSanta Maria

CULTURA. Tertúlia Nativista já tem seus primeiros premiados: Zanatta, Zamberlan, Ranoff, Ramires…

“Benedito”, um chamamé com letra de Humberto Gabbi Zanatta e melodia de Evandro Zamberlan, foi eleita a Música Mais Popular

Por ANA BITTENCOURT (texto) e DEISE FACHIN (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

A primeira noite da 26ª Tertúlia Musical Nativista, realizada quinta-feira (08), na Associação Tradicionalista Estância do Minuano, levou ao palco dez composições competitivas da Tertúlia Local.  A milonga “Recorrendo Sonhos”, com letra de Hilo Paim e melodia de Luiz Carlos Ranoff, conquistou o primeiro lugar, enquanto “Benedito”, chamamé com letra de Humberto Gabbi Zanatta e melodia de Evandro Zamberlan, foi eleita a Música Mais Popular.

Em segundo lugar, foi eleita “Companheira Madrugada”, escrita por Ramires Monteiro, com melodia de Francisco Alves. Ainda se destacaram na Tertúlia Local Gustavo Isser (Melhor Intérprete) e Alexandre Scherer (Melhor Instrumentista), ambos apresentaram a canção “Das Verdades que Trago”, com letra de Fabricio Vargas e melodia de Cassio Figueiró.

A Tertúlia Local promove a apresentação de grupos, instrumentistas e intérpretes residentes em Santa Maria e classifica duas composições que participam da Tertúlia Musical Nativista. “Recorrendo Sonhos” e “Companheira Madrugada” voltam ao palco da Estância do Minuano na noite de sábado (11), quando estarão competindo na 2ª Classificatória da 26ª Tertúlia Musical Nativista. Ambas devem compor o CD e o DVD do festival. Confira a programação completa do evento NESTE LINK.  A noite de quinta encerrou com a apresentação do músico João Chagas Leite.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo