JOÃO DE DEUS. Medium é indiciado pela polícia por violação sexual mediante fraude. Defesa pede ‘habeas’

JOÃO DE DEUS. Medium é indiciado pela polícia por violação sexual mediante fraude. Defesa pede ‘habeas’

No site do Correio do Povo, com informações do Portal R7 e foto de Reprodução

JOÃO DE DEUS. Medium é indiciado pela polícia por violação sexual mediante fraude. Defesa pede ‘habeas’ - joão-de-deus-1

Defesa de João de Deus (C) entrou com um pedido de liberdade no STF

A Polícia Civil indiciou o médium João de Deus, nesta quinta-feira (20), por violação sexual mediante fraude. Ao R7, o delegado-geral da Polícia Civil de Goiás, André Fernandes, declarou que a equipe da força-tarefa já está indo para Abadiânia para levar o inquérito. O processo foi aberto por causa de uma denúncia de uma mulher que esteve na Casa Dom Inácio de Loyola, em outubro deste ano. Até o momento, é o único caso em que o médico foi indiciado.

No depoimento, a vítima diz que ficou sozinha em uma sala com o médium para a consulta espiritual e, com as luzes apagadas, percebeu que ele estaria tocando as regiões íntimas e colocado o membro sexual para fora da calça. João de Deus nega as acusações.

Ainda na tarde desta quinta, a defesa de João de Deus entrou com um pedido de liberdade no Supremo Tribunal Federal (STF).

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *