SERVIDORES. Governo faz um novo depósito e quita salários dos que recebem entre R$ 8 mil até R$ 10 mil

SERVIDORES. Governo faz um novo depósito e quita salários dos que recebem entre R$ 8 mil até R$ 10 mil

SERVIDORES. Governo faz um novo depósito e quita salários dos que recebem entre R$ 8 mil até R$ 10 mil - piratini-salários

Recursos do pagamento antecipado do IPVA colaboraram para a quitação, pelo Palácio Piratini, dos salários de até R$ 10 mil mensais

Por PEPO KERSCHNER, da Secretaria Estadual da Fazenda, com foto de Reprodução

O governo do Estado está quitando, ainda nesta sexta-feira (21), a folha de novembro para um novo grupo de servidores. No segundo repasse do dia serão contemplados os funcionários com rendimento líquido entre R$ 8 mil e R$ 10 mil. Dessa maneira, pouco mais de 329 mil matrículas estarão com os salários integralizados, o que corresponde a 96% dos vínculos do Poder Executivo. O novo crédito estará disponível nos bancos no início da noite.
Para atender a este novo grupo, que reúne 11.442 matrículas, a Secretaria da Fazenda precisou ter em caixa R$ 106,7 milhões. Na parte da manhã, havia sido autorizado o pagamento dos salários entre R$ 7 mil e R$ 8 mil líquidos, o que exigiu outros R$ 86,8 milhões. Os montantes têm origem na arrecadação a partir da quitação antecipada do IPVA 2019.

Os próximos pagamentos para os 4% de vínculos que restam pendentes dependerão do comportamento da receita na próxima semana, incluindo a arrecadação que for alcançada com o Refaz 2018, programa de quitação de dívidas de ICMS que vence na quarta-feira (26).

Para complementar uma folha líquida que fechou o mês passado em R$ 1,255 bilhão (sem considerar as consignações bancárias), faltam ainda cerca de R$ 220 milhões. O Poder Executivo compreende 343,7 mil matrículas entre ativos, inativos e pensionistas.
FOLHA SALARIAL DE NOVEMBRO – SERVIDORES DO PODER EXECUTIVO

  • Dia 30/11 – 11ª parcela do 13º salário de 2017 – R$ 110 milhões
    • Dia 04/12 – Quitação dos salários das fundações – R$ 25 milhões
    • Dia 10/12 – Indenização atraso da folha de outubro – R$ 2,1 milhões
    • Dia 10/12 – Até R$ 2.000 líquidos (149.429 matrículas) – R$ 212,1 milhões
    • Dia 11/12 – Até R$ 5.000 líquidos (275.263 matrículas no acumulado) – R$ 432,8 milhões
    • Dia 12/12 – Até R$ 6.000 líquidos (292.853 matrículas no acumulado) – R$ 101,2 milhões
    • Dia 13/12 – Até R$ 7.000 líquidos (306.733 matrículas no acumulado) – R$ 94,3 milhões
    • Dia 21/12 – Até 8.000 líquidos (317.880 matrículas no acumulado) – R$ 86,8 milhões
    Dia 21/12 – Até R$ 10.000 líquidos (329.322 matrículas no acumulado) – R$ 1067 milhões.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *