Destaque

SOBE/DESCE. Vai e volta das emendas impositivas, o grande destaque desta semana na política da cidade

É possível que Araújo tenha conseguido aprovar um dos projetos mais importantes para os edis na história do Parlamento santa-mariense

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Camila Porto Nascimento/AICV), da Equipe do Site

SOBE

Vanderlei Araújo (PP)

O Parlamento aprovou na quinta (20) a proposta do progressista para implantação das emendas impositivas em Santa Maria. A iniciativa promete empoderar os vereadores, pois, de certa forma, concede a eles o poder de executar projetos.

Luci Duartes – Tia da Moto (PDT)

A primeira batalha foi vencida. A subcomissão de ética arquivou a denúncia de improbidade administrativa contra a vereadora. A investigação agora segue no Ministério Público e na Prefeitura.

João Chaves (PSDB)

Não é por acaso que o tucano é o líder do governo na Câmara. Na tribuna, o vereador desconstruiu a denúncia de guardas municipais contra o prefeito e conquistou expressivos 18 votos para barrar a tramitação.

DESCE

Leopoldo Ochulaki – Alemão do Gás (PSB)

O socialista se colocou em uma posição desconfortável por ainda não ter decidido em quem irá votar na eleição da Mesa Diretora. A pressão sobre ele promete ser grande até quinta-feira (27), quando ocorre o novo pleito da Mesa.

Admar Pozzobom (PSDB)

No mínimo questionável o voto contrário do tucano em relação às emendas impositivas. Ele fez parte da comissão que avalizou o projeto, mas decidiu votar com a bancada do PSDB contra a proposta.

Alexandre Vargas (PRB)

Mas justiça seja feita, é ainda mais questionável o fato de o presidente da Casa ter anulado a primeira votação. Na prática, o que foi anulado foi a proclamação do resultado que desinteressava a maioria dos vereadores.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo