BARRACO DA ALEMOA. Frida não perdoa a recuadas de Bolsonaro, e ainda tem Admar, Diniz, Valdeci...

BARRACO DA ALEMOA. Frida não perdoa a recuadas de Bolsonaro, e ainda tem Admar, Diniz, Valdeci…

BARRACO DA ALEMOA. Frida não perdoa a recuadas de Bolsonaro, e ainda tem Admar, Diniz, Valdeci... - Barraco-da-Alemoa-1A técnica do novo Presidente
Dizem os entendidos que o presidente Jair Bolsonaro teria copiado uma técnica muito usada pelo norte-americano, Donald Trump, chamada de “firehosing”. Essa técnica consiste mais ou menos no seguinte: difundir uma proposta do governo, que causa polêmica, para medir a repercussão. E, em algumas vezes, volta-se atrás. No entanto, a versão tupiniquim de Bolsonaro já começa a ser apelidada de “recuada”. Foram muitas em apenas uma semana de governo. Quatro recuadas apenas em um dia: 8 de janeiro.

Espelho, espelho meu…
E o vereador Admar Pozzobom (PSDB), que segundo li no texto do Maiquel Rosauro, não teve uma semana muito feliz na reunião da Comissão Representativa da Câmara, nos brindou com cenas da sua intimidade.

Pressionado nos embates com a oposição, Admar disse, conforme publicou o jornal da cidade, não ter medo de “grito” e nem de “homem”, pois se tivesse, não conseguiria olhar-se no espelho todos os dias. Há quem jure que, ao olhar-se no espelho diariamente, o nobre parlamentar às vezes ouve trecho daquela famosa música: “Porque eu sou é home, porque eu sou é home, menino eu sou é home. E como sou…”

Exclusivo!
Investigação contra o PT?
E pode surgir um pedido de investigação contra o PT santa-mariense. Depois que o vereador petista, Daniel Diniz, ao responder para tucanos e governistas locais, que o deputado estadual Valdeci Oliveira é que nem pão, “quanto mais bate, mais cresce”, houve quem levantasse dúvidas. Haveria apoio de algum fermento (foto a seguir) à campanha petista?

BARRACO DA ALEMOA. Frida não perdoa a recuadas de Bolsonaro, e ainda tem Admar, Diniz, Valdeci... - Fermento



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *