CIDADE. Contribuintes de SM começam a procurar a Prefeitura para tratar da regularização de puxadinhos

CIDADE. Contribuintes de SM começam a procurar a Prefeitura para tratar da regularização de puxadinhos

CIDADE. Contribuintes de SM começam a procurar a Prefeitura para tratar da regularização de puxadinhos - prefeitura-puxadinhos-1

Interessados na regularização devem procurar a Superintendência de Análise e Aprovação de Projetos, no Centro Administrativo

Por ANA BITTENCOURT (texto) e DEISE FACHIN (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

Com a lei de Regularização de Edificações sancionada pelo prefeito Jorge Pozzobom na última sexta-feira (15), os santa-marienses começaram a procurar atendimento na Prefeitura para darem encaminhamento aos seus processos. Na manhã desta segunda-feira (18), Maria Elisabete Lucas Oliveira, moradora do Bairro Rosário, foi a primeira contribuinte a procurar o serviço nos guichês da Superintendência de Análise e Aprovação de Projetos, localizada no térreo do Centro Administrativo Municipal (Rua Venâncio Aires, nº 2.277 – Centro).

Com os documentos em mãos, Maria Elisabete procurou o serviço para fazer a averbação de áreas construídas junto ao imóvel em que reside. Após tirar algumas dúvidas no próprio setor, a interessada passou pelo atendimento nos guichês, onde protocolou o pedido para dar encaminhamento ao processo de regularização.

“Nós estávamos esperando pela lei há bastante tempo, por isso, já tínhamos toda a documentação organizada para poder entrar com o processo aqui na Prefeitura. Hoje, vim bem cedo para resolver tudo”, afirmou Maria Elisabete.

Ao chegar ao setor, o contribuinte retira uma senha para atendimento. Após fazer a conferência da documentação, ele é atendido em um dos guichês. Em caso de dúvidas, é possível conversar com as equipes técnicas antes de dar entrada ao processo de regularização.

CARTILHA ONLINE E MATERIAL IMPRESSO AUXILIAM O CONTRIBUINTE

Lei Complementar nº 125, que dispõe sobre a regularização de edificações construídas em desacordo com a legislação específica, vai auxiliar também o programa Poupa Tempo, pois, no caso de empreendimentos, será possível a obtenção de alvarás e a emissão de notas fiscais. E, para orientar a população sobre a nova lei, a Prefeitura disponibiliza uma cartilha para esclarecer dúvidas diversas, como quais edificações poderão ser regularizadas, o que é necessário para começar o processo de regularização, informações sobre documentos necessários e taxas exigidas.

A cartilha da Regularização de Edificações está disponível na internet, neste link, ou ainda, de forma impressa para serem distribuídas aos contribuintes na Superintendência de Análise e Aprovação de Projetos.

PARA LER NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *