CULTURA. Quarteto de ex-regentes da Sinfônica da cidade irá receber homenagem da Reitoria da UFSM

CULTURA. Quarteto de ex-regentes da Sinfônica da cidade irá receber homenagem da Reitoria da UFSM

CULTURA. Quarteto de ex-regentes da Sinfônica da cidade irá receber homenagem da Reitoria da UFSM - ufsm-regentes

Ex-regentes da Orquestra Sinfônica de SM: Alexandre Eisenberg, Enio Guerra, Marco Antonio de Almeida Penna e Frederico Richter

Da Assessoria de Comunicação do Gabinete do Reitor da UFSM, com foto de RONALD MENDES

Quatro ex-regentes da Orquestra Sinfônica de Santa Maria serão homenageados pela Reitoria da UFSM no dia 14 de março. Frederico Richter, Enio Guerra, Marco Antonio de Almeida Penna e Alexandre Jacques Eisenberg serão condecorados pelo reitor, Paulo Afonso Burmann, por seus anos de trabalho à frente da Orquestra e suas contribuições para a difusão da música orquestral.

A cerimônia, aberta ao público, ocorrerá no Salão Imembuí, no segundo andar do prédio da Reitoria, às 10h. O evento contará com uma apresentação musical e a entrega de placas em homenagem aos ex-regentes.

A Orquestra foi fundada em abril de 1966 pelo compositor e professor Frederico Richter, que assumiu a regência por 33 anos. Entre 1988 e 1998, Richter compartilhou a direção e a regência do órgão com Enio Guerra, que o sucedeu de 1998 até 2014. Nos anos seguintes, entre 2014 e 2018, a regência e a direção da Orquestra foram exercidas de forma conjunta pelos professores Marco Antonio de Almeida Penna e Alexandre Jacques Eisenberg.

A homenagem marca a troca da direção da Orquestra, que passa a ser regida, a partir deste ano, pelo professor doutor João Batista Sartor. Também assinala a vinculação do órgão à Pró-Reitoria de Extensão (PRE) e sua mudança para o campus, ocupando o segundo andar do prédio do Centro de Convenções.

Para o pró-reitor de Extensão, professor Flavi Ferreira Lisboa Filho, a homenagem aos ex-regentes será um momento de júbilo para Universidade. “É muito importante que a Universidade reconheça e valorize o trabalho, a dedicação e o comprometimento destes  servidores, que são incansáveis nas causas institucionais. Profissionais que tanto contribuíram com a Orquestra Sinfônica da UFSM, ao longo dos seus mais de 50 anos de caminhada”, afirmou.

PARA LER NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI .



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *