ESTADO. Valdeci papeia com Karam, na Assembleia. Assunto: campanha sobre a lei do TDAH e da Dislexia

ESTADO. Valdeci papeia com Karam, na Assembleia. Assunto: campanha sobre a lei do TDAH e da Dislexia

Por TIAGO MACHADO (Texto e Foto), da Assessoria de Imprensa do Parlamentar

ESTADO. Valdeci papeia com Karam, na Assembleia. Assunto: campanha sobre a lei do TDAH e da Dislexia - valdeci-2

Deputado santa-mariense Valdeci Oliveira encontrou o secretário de Educação, Faisal Karam, com quem conversou na Assembleia Legislativa

O deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) aproveitou a presença do secretário estadual da Educação, Faisal Karam, na Assembleia Legislativa, nessa terça-feira (12), em Porto Alegre, para cobrar a realização de uma campanha estadual de informação sobre o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) e a dislexia. O TDAH e a dislexia são distúrbios que prejudicam e atrasam o aprendizado e o desempenho escolar de inúmeras crianças e adolescentes.

A promoção da campanha, com periodicidade anual, está prevista em lei aprovada no Parlamento gaúcho, no ano passado.  “Entreguei ao secretário um documento solicitando uma audiência com ele e com sua equipe exclusivamente para preparar e organizar a realização dessa campanha, que tem de ocorrer junto à rede estadual de ensino”, explicou Valdeci, que foi o proponente da legislação.

Conforme o deputado, é fundamental que esses temas ganhem visibilidade no Estado, já que muitas crianças que apresentam problemas de aprendizado acabam não sendo diagnosticados em função da falta de informações. “Foi justamente para jogar luzes sobre esses assuntos que eu fui  provocado a apresentar o projeto de lei, que, desde o ano passado, é lei estadual”, complementou ele, ao lembrar que a ideia do projeto partiu da santa-mariense Marizur Konig, mãe de um adolescente portador de dislexia, que procurou o deputado em 2015 para tratar da iniciativa.

ESTRADA –  Depois de vistoriar pessoalmente a ERS-168, no trecho que liga Santiago a Bossoroca, o deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) denunciou o cenário de buracos e “crateras” da rodovia aos deputados da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa, nessa terça-feira (12), em Porto Alegre. Ao expor a gravidade da degradação do pavimento da estrada, a qual liga a região das Missões ao Vale do Jaguari, o deputado afirmou que é fundamental que, no mínimo, sejam feitos reparos ou obras no local antes do começo da próxima safra. “O ideal é desmanchar tudo e fazer de novo. Mas se isso for muito complexo e demorado, em razão da necessidade de se fazer licitação, é tem que se fazer algo emergencial. Atualmente, só há como andar nessa rodovia fazendo zigue-zague. É a estrada do Estado com maior número de buracos hoje”, salientou.

Valdeci também destacou a situação de quase isolamento rodoviário enfrentada pela cidade de Santiago, maior município do Vale do Jaguari. “Santiago, hoje, está praticamente ilhada em termos de rodovias. A RSC-287 é a única alternativa de saída. A saída em direção a São Luiz Gonzaga está completamente inviabilizada, assim como a saída em direção a Capão do Cipó e Santa Tecla. E o mesmo ocorre em direção a São Francisco de Assis”, complementou.

AUDIÊNCIA PÚBLICA –Em função da situação da 168 e também da RSC-377, que liga o Vale do Jaguari a Jóia, Valdeci e todos os outros deputados da Comissão de Assuntos Municipais votaram favoravelmente ao requerimento apresentado pelo deputado estadual Eduardo Loureiro (PDT) que prevê a realização de uma audiência pública, em Santo Ângelo, para discutir a situação das estradas das regiões Nordeste e das Missões. “É uma iniciativa muito importante, e eu ponderaria ao proponente que escolhesse uma data próxima para que essa atividade possa ocorrer o mais rápido possível”, sugeriu Valdeci, após a aprovação unânime do requerimento.



1 comentário

  1. O Brando

    TDAH é um problema. Só que existem dois outros correlacionados. Crianças agitadas sendo diagnosticadas como tendo o transtorno e recebendo tratamento sem precisar. Um sem número de pessoas sem problema nenhum tomando Ritalina para ‘melhorar nos estudos’. Assunto está longe de ser simples.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *