AssembleiaPolítica

ASSEMBLEIA. Comissão aprova e projeto que acaba com plebiscito para privatizações pronto para votação

Sob protesto de servidores, texto foi aprovado por 9 votos a 3 na Comissão de Constituição e Justiça e está apto para ir ao plenário da AL

Do Correio do Povo e da Rádio Guaíba, com informações de FLÁVIA BEMFICA e foto de VINÍCIUS REIS (AL)

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa aprovou, por 9 votos a 3, o relatório favorável à PEC que retira a necessidade de plebiscito para a privatização de empresas estatais. A proposta, apresentada pelo governo, visa encaminhar a privatização de CEEE, CRM e Sulgás.

O acesso ao público na sala do encontro foi restrito desde a manhã. Servidores das três estatais estiveram presentes ao lado do local da reunião da CCJ, cuja sessão foi suspensa após pedido de vistas. Na retomada, a segunda parte da reunião durou cerca de 20 minutos. Na saída, os manifestantes se dirigiram aos parlamentares que aprovaram o texto com os gritos de “golpista” e “vendido”.

Após tramitar no colegiado, a PEC já pode ser encaminhada para ser votada em plenário. Ela precisa ser aprovada em dois turnos, com pelo menos 33 votos.

Assim como na CCJ, o governo tem maioria, em tese, no plenário. A oposição avisou que, além da constitucionalidade, vai questionar o mérito do projeto.

PARA LER NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo