EducaçãoPrefeituraTrabalho

EDUCAÇÃO. Sindicato dos Professores Municipais divulga nota sobre ‘não pagamento de suplementação’

O material a seguir foi distribuído pela Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Professores Municipais (Sinprosm). Acompanhe:

“NOTA

A coordenação do Sinprosm foi contatada por inúmeros professores, nesta terça-feira (30), sobre o não pagamento na folha da Prefeitura depositada hoje dos valores relativos à suplementação de carga horária. A informação repassada pela SMEd, por telefone, é de que um grupo de professores poderá receber o equivalente ao mês de abril em folha suplementar, porém não todos os que deveriam estar recebendo.

O Sinprosm requereu que o pagamento do atrasado seja estendido a todos que trabalharam no período. Também questionou sobre os valores relativos aos meses anteriores, já até o momento não houve pagamento à totalidade dos professores que suplementam desde o início do ano letivo. A administração municipal está avaliando a solicitação.

Não há confirmação do número total de professores nesta situação, porém, com a grande falta de professores na rede e a demora na posse dos novos concursados, o Sinprosm estima que mais de 100 professores estejam com carga horária suplementar.

A entidade considera esta uma falha lamentável e injusta, posto que é direito dos professores receberem pelo total das horas trabalhadas. Na quinta-feira (2) estará em contato com a Secretaria de Gestão e Modernização Administrativa e fica à disposição dos professores para qualquer esclarecimento.”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo