LÁ DO FUNDO. Poder tucano, CCs regionais, debate demista, subsecretária de saída, qual é a do Vanderlei

LÁ DO FUNDO. Poder tucano, CCs regionais, debate demista, subsecretária de saída, qual é a do Vanderlei

Por CLAUDEMIR PEREIRA (com foto de Deise Fachin/Divulgação), Editor do Site

– A esperança dos governistas no Estado, sobretudo PSDB e PTB, é que se destrave, finalmente, a nomeação dos Cargos de Confiança regionais.

– Se há algo que não mudou foi a preferência pelos principais cargos. No caso, as coordenadorias

de Saúde e de Educação, além do SINE  e da Fase/Case, para ficar em alguns.

– Ao que se sabe, pelo menos nos CCs mais significativos politicamente, a nomeação terá que ter o “nihil obstat” dos tucanos. Desenhando: será preciso o ok de Jorge Pozzobom.

LÁ DO FUNDO. Poder tucano, CCs regionais, debate demista, subsecretária de saída, qual é a do Vanderlei - lá-do-fundo-tucanos

NO PODER sempre é mais fácil, dizem todos que já o tiveram. Assim, eventuais divergências são arbitradas pela autoridade maior. Noves fora essa obviedade, é indiscutível que a convenção tucana do último sábado foi uma festa. Mais de uma centena de militantes lotaram o plenário da Câmara, no momento de maior afluência, durante a convenção municipal. Aliás, chapas únicas (outra benesse do poder) foram eleitas e os líderes puderam confraternizar com o prefeito Jorge Pozzobom e os edis, como mostra a foto de Deise Fachin. O futuro? Está ali na esquina. Ah, o que não se disse no encontro: todos estão comprometidos com a busca de reeleição em 2020

– Isso preocupa, ainda que ninguém diga, muito menos confirme, os petebistas locais – que tratam de seus interesses diretamente com o vice-governador, Ranulfo Vieira Jr, que é do PTB.

– Outros partidos, especialmente o PSB e o PP, apoiadores no segundo turno e/ou na Assembleia, também querem a sua lasquinha. Especialmente nas secretarias de Estado que comandam.

– O vereador Vanderlei Araújo está muito bem assessorado, todos acreditam. Inclusive com a participação além-Legislativo, houve quem afirmasse ao escriba.

– Essa é a primeira parte da explicação para a verdadeira “epidemia” de projetos sugestão protocolados nos últimos dias, como registrou o repórter Maiquel Rosauro aqui no site.

– Uma segunda parte da justificativa é a tentativa de fixar uma posição, por parte do vereador, que afinal de contas têm experiência de oito anos como coordenador de Unidade de Saúde.

– Aliás, fica absolutamente claro (é?) a tentativa de constranger o atual secretário de Saúde, o peemedebista Francisco Harrisson e, em última instância, o próprio prefeito que o PP de Araújo apoia.

– E então alguém perguntou: por que, ao tempo longo em que foi Cargo de Confiança da Prefeitura, com acesso direto ao poder, ele não fez as mesmas sugestões. E, se fez, por que não foi atendido?

– Não falta quem afirme, de outro lado, que há um tanto de oportunismo e demagogia nas ideias agora tornadas públicas, até pela inviabilidade prática, não obstante agrade ao distinto público.

–  Análise interna da convenção municipal do DEM, nesta semana, aponta para uma vitória de Manoel Badke. Boa parte dos cargos mais importantes foi ocupada por aliados internos do vereador.

– Ainda se diz que isso pode indicar a possibilidade de mudar a coligação, com o demismo ocupando o lugar de vice de alguém – não obstante a ideia de bancar uma candidatura própria.

– Já estaria se articulando, nesse caso, a formação de um grupo de trabalho para estruturar um possível plano de governo municipal do DEM.

– Interpretação de quem esteve na convenção: Marcia Teston, pelas manifestações feitas, está se encaminhando para a porta de saída.

– O destino da subsecretária de Cultura, Esporte e Lazer, e que também já foi Coordenadora Regional de Saúde (quando era do então PMDB) seria o Cidadania (ex-PPS).

Para fechar: nas rusgas aparentes entre parte do PP e o governo, Vanderlei Araújo seria posto como potencial secretário de Saúde, em lugar de um nome do MDB, tido como “ameaça” aos pepistas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *