ARTIGO. Valdeci Oliveira e os 161 anos de Sta Maria

TENHO DITO! Comércio nos feriados, a viagem de Leite, Julia Kubitschek, a 2ª quadra da Bozano…

TENHO DITO! Comércio nos feriados, a viagem de Leite, Julia Kubitschek, a 2ª quadra da Bozano... - SM-2017

Santa Maria comemorou 161 anos de emancipação político-administrativa na sexta-feira (17). Foto Maiquel Rosauro / Arquivo

Por Maiquel Rosauro

1. “Como Santa Maria acolhe bem as pessoas que aqui chegam de todos os cantos do país, principalmente, para estudar, para se formar, para se pós-graduar, enfim, para ter uma vida melhor e mais digna. Eu até acho que não existe outra cidade no Brasil que possua esse mesmo dom”.
Deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), em artigo sobre o 161º aniversário de emancipação político-administrativa de Santa Maria.

 

2. “Todo feriado é uma oportunidade. Tanto para o consumidor fazer suas compras com calma, pesquisando preços e oportunidades, quanto para o lojista que resgata um dia de venda considerado, a princípio, perdido. É preciso criar a cultura de abrir aos feriados. E feriados que tem uma programação capaz de levar as pessoas às ruas são uma ótima oportunidade”.
Presidente do Sindilojas, Ademir José da Costa, sobre a abertura do comércio em feriados.

 

3. “Juscelino Kubitschek de Oliveira, o filho de Dona Julia, um dos poucos presidentes de origem humilde que um dos países mais desiguais do mundo já teve, nunca deixou de reverenciar sua mãe. Nunca deixou de homenageá-la e beijá-la em público, até mesmo quando aquela senhora sóbria achava que o filho estava louco como na inauguração de Brasília”.
Professor Leonardo da Rocha Botega, em artigo sobre Julia Kubitschek.

 

4. “Ao entrar na Olavo Bilac, vindo da Serafim Valandro, logo à frente, agachado junto a um contêiner de lixo, um jovem comia sofregamente o que retirava de uma sacola de mercado, depositada sobre o asfalto. Não esboçava o perfil típico de mendigo, carregava uma mochila às costas, usava bermudas, uma camiseta cinza, e tênis”.
Professor Orlando Fonseca, em artigo sobre as ‘lições do lixo‘.

 

5. “Já colhemos muitos frutos neste período, como o fortalecimento da Guarda Municipal, a realização da Calourada Segura e a criação da Ronda Escolar. E colheremos muitos mais”.
Prefeito Jorge Pozzobom (PSDB), em artigo sobre segurança pública.

 

6. “São os grandes empreiteiros, que há anos controlam as ações dos governos sob qualquer matiz ideológica, a gozar de uma proteção ímpar ao delatar, na grande parte das vezes sem provas materiais, agentes políticos a lhes render um prêmio, o passaporte para a liberdade”.
Advogado Michael Almeida di Giacomo, em artigo sobre o prêmio aos delatores.

 

7. “A importunação sexual veio para se adequar aos criminosos que aproveitam para satisfazer seus desejos sexuais sem permissão da vítima. O tipo diz: “praticar contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”, a pena é de 1 a 5 anos de reclusão”.
Diretora de Relações Institucionais, junto à Chefia de Polícia do RS, Débora Dias, em artigo sobre importunação sexual.

 

8. “O golpe foi extremamente articulado, passando pelo impedimento da candidatura de Lula em 2018, depois de condenado à prisão política sem provas por um ex-juiz que abandonou a toga e sem nenhum pudor aderiu à carreira política, assumindo cargo de ministro em um governo que ajudou a eleger”.
Deputado federal Paulo Pimenta (PT), em artigo sobre os três anos do impeachment de Dilma Rousseff (PT).

 

9. “Pelo Plano Diretor, tínhamos a obrigação de realizar a intervenção visando o pedestre. Seguimos defendendo o conceito, de que a cidade proporcione mais mobilidade para as pessoas se deslocarem a pé”.
Secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, Ewerton Falk, sobre a suspensão das mudanças na segunda quadra da Rua Doutor Bozano.

 

10. “Eu compreendo a tentativa do governador e a considero válida. No entanto, é um enorme contrassenso ir atrás de investimentos externos em um estado que sequer o dever de casa consegue cumprir”.
Deputado estadual Giuseppe Riesgo (NOVO), sobre a viagem do governador Eduardo Leite (PSDB) aos Estados Unidos e Inglaterra.



1 comentário

  1. O Brando

    JK não teve origem tão humilde assim. O pai foi caixeiro viajante e delegado de polícia. A mãe professora primária. Na época que nasceu era bem classe média e com vantagem importante: a mãe professora.
    Na delação premiada se não existe resultado útil perde-se os benefícios.
    ‘Dever de casa’ é balela e a viagem é inútil. Saída de Leite é aderir ao plano de recuperação e reestruturar a dívida. Sem reforma da previdência é difícil. Não adianta cobrar ‘faça mais’ se não existe muito mais a fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *