EducaçãoPolíticaPrefeituraTrabalho

TRABALHO. Sindicato dos Professores Municipais projeta 90% de adesão à greve desta quarta-feira

Por PAULO ANDRÉ DUTRA (com imagem de Reprodução), da Assessoria de Imprensa do Sinprosm

O cumprimento pela administração Jorge Pozzobom da Lei do Piso Nacional e contra a reforma da previdência proposta pelo governo Bolsonaro. Esses são os motes da paralisação dos professores municipais desta quarta-feira (15), movimento definido em assembleia geral da categoria no dia 24 de abril.

O Sindicato dos Professores Municipais de Santa Maria, em levantamento junto às direções das escolas, estima que mais de 80% dos professores devem aderir à paralisação, total ou parcialmente. “Percebemos que há uma indignação crescente dos professores pela indefinição do governo Pozzobom com relação ao pagamento do piso salarial e também com a ameaça séria da reforma da previdência”, relata a coordenadora de Organização e Patrimônio, Martha Najar.

As atividades no dia 15 acontecerão em dois turnos na Praça Saldanha Marinho. Pela manhã, com concentração às 9 horas, os professores municipais se manifestam pela valorização da educação e dos educadores. A categoria cobra do governo Pozzobom a aplicação da Lei do Piso Nacional do Magistério na íntegra, com a distribuição da carga horária contemplando os 33% para atividades extraclasse e 15,9% de reajuste no salário básico, equiparando-o ao piso. A pauta tem também o reajuste do auxílio-alimentação, o fim da falta de professores e solução plano de saúde, cujo custo elevado impossibilita a adesão de muitos servidores.

À tarde, o movimento será unificado com outras entidades que participam da Greve Geral da Educação Contra o Desmonte da Aposentadoria. O ato será às 16 horas.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo