CongressoEleições 2020PartidosPolítica

ELEIÇÕES. Se Congresso Nacional aprovar aumento, PSL terá R$ 480 milhões de verbas públicas em 2020

Deputados do PSL na votação da reforma da Previdência: partido deve ser o 1º lugar nas verbas públicas de campanha em 2020

Do portal especializado PODER360, com foto e imagem de Reprodução

O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, pode receber do fundo eleitoral e partidário R$ 479,8 milhões nas eleições municipais de 2020. O valor representa uma alta de 2.644% em relação a 2018, quando recebeu R$ 17,5 milhões.

Isso porque a sigla elegeu 52 deputados federais no ano passado e o deputado Cacá Leão (PP-BA), relator da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), propôs repasse de até R$ 3,7 bilhões de recursos públicos para as campanhas municipais em 2020. A quantia é mais do que o dobro do valor distribuído nas eleições de 2018 (R$ 1,7 bilhão).

Além do fundo eleitoral, os partidos terão acesso ao fundo partidário — em torno de R$ 900 milhões. O levantamento é do jornal Folha de S.Paulo e foi divulgado nesta 2ª feira (22.jul.2019).

Segundo projeção do jornal, o PT pode receber R$ 463,4 milhões no ano que vem. O MDB, R$ 329,1 milhões.

FUNDO ELEITORAL

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha, conhecido popularmente como fundo eleitoral, foi criado pelas leis nº 13.487/2017 13.488/2017, como parte da reforma política aprovada pelo Congresso em 2017. Em 2015, o STF (Supremo Tribunal Federal) proibiu doação de empresas para campanhas.

Em 2018, mais de R$ 1,7 bilhão foi distribuído aos partidos para as eleições. O fundo integra o Orçamento Geral da União, e a movimentação dos seus recursos é exclusivamente por intermédio dos mecanismos da conta única do Tesouro Nacional.

QUANTO CADA PARTIDO RECEBEU DO FUNDO ELEITORAL EM 2018:

A proibição de doação de pessoa jurídica, feita pelo STF e confirmada pelo Congresso Nacional, foi defendida por deputados sob o argumento de que diminuiria os casos de corrupção nos governos. Após a reforma, o dinheiro público passou a ser a maior fonte de custeio das eleições.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo