SALA DE DEBATE. Defensorias Públicas, Amazônia, greve dos caminhoneiros, caso dos navios iranianos…

SALA DE DEBATE. Defensorias Públicas, Amazônia, greve dos caminhoneiros, caso dos navios iranianos…

SALA DE DEBATE. Defensorias Públicas, Amazônia, greve dos caminhoneiros, caso dos navios iranianos… - sala-11

O mediador Roberto Bisogno (E), este editor e o convidado desta terça-feira: Péricles Lamartine Palma da Costa (foto Gabriel Cervi Prado)

Uma escassa exceção: o possível (provável?) fim da Defensoria Pública Federal em algumas cidades, inclusive Santa Maria – que mereceu tempo considerável dos participantes do “Sala de Debate” de hoje, entre meio dia e 1 e meia, na Rádio Antena 1. Mas o fato é que, objetivamente, pairou sobre todos os outros temas tratados no programa, o Presidente da República Jair Bolsonaro e suas manifestações e decisões recentes. Ah, e hoje, sob a mediação de Roberto Bisogno, participaram, além dos ouvintes, este editor e o convidado do dia, Péricles Lamartine Palma da Costa.

Mas, afinal, do que se tratou, então? Declarações presidenciais sobre a Amazônia e nossa soberania estiveram à mesa. Da mesma forma, a reação governamental ao movimento dos caminhoneiros, que ameaçam com nova greve. E até, como assunto relevante, a relação do País com o resto do mundo, especialmente os Estados Unidos, por conta dos navios iranianos retidos em Paranaguá e das eventuais consequências diplomáticas para o Brasil.

PARA OUVIR O “SALA” DE HOJE, BLOCO POR BLOCO, CLIQUE NOS LINQUES ABAIXO!!!

 



4 comentários

  1. O Brando

    Militância enrustida de vez em quando sai do armário.
    Saúde é justiça estadual.
    Caso dos navios iranianos já foi parar até no STF. Caso a Petrobrás abasteça os dito cujos pode sofrer sanções. Já houve até alerta do governo americano no que diz respeito a importação de uréia.
    Aí vem a imbecilidade alterar os fatos para servir interesses que não se sabe quais. O saldo do comércio com o Irã é pouca coisa maior do que o com os americanos. Porém o volume do comércio com os ianques é mais de 11 vezes maior.
    Único tcho de baliza que emite opinião sobre relações internacionais sem informação e sem formação.

  2. O Brando

    Mais história pessoal irrelevante.
    Problema do Irã é que Obama fez um tratado porco. Atrasa o desenvolvimento e não mencionava veiculo lançador. Se o Irã conseguir a bomba atômica a Arábia Saudita também vai querer. Emirados Árabes. Egito. Jordânia. Chegamos na parte em que o imbecil que é contra as armas individuais no país chega e diz: é uma questão de soberania! Quem quiser bomba A pode ter!
    Petróleo esta com data para acabar, basta apertar o sapato na questão climática.
    Kuakuakuakuakuakua! Muito acima do bem e do mal o editor! Vai lá e larga uma opinião torta, foge do debate e diz que os outros são passionais, ou seja, foge desqualificando. Se não quer se incomodar melhor ficar calado.
    Ninguém na aldeia tem procuração minha. Cada um com sua ignorância e suas dificuldades cognitivas.
    Agrotóxicos é assunto técnico. Biologistas, agrônomos, médicos, biomédicos, etc. Não jornalistas, advogados, professores de português, etc. Os que vivem falando em terraplanismo e ciência para simplificar (sem nenhuma formação cientifica por sinal).
    Ordem dos Advogados ‘pagando bem que mal tem’ do Brasil? A que ganhou supersimples do PT?

  3. O Brando

    Em tempo, das prerrogativas dos causídicos: ‘dirigir-se diretamente aos magistrados nas salas e gabinetes de trabalho, independentemente de horário previamente marcado ou outra condição, observando-se a ordem de chegada;’. Já aconteceu mais de um arranca rabo a respeito deste assunto, causídico não conseguir falar com o magistrado e a OAB intervir.
    B17 falou que tinha um ‘sentimento’ de que os dados estavam errados. Busílis é o seguinte, se tenho 10 mil hectares na Amazônia posso (grossomodo, com licença) colocar 20% abaixo. Os dados não expurgaram isto, o desmatamento legal, daí esta confusão toda. De qualquer maneira, quando tenho tempo sobrando e nada melhor para fazer se existe confusão envolvendo B17 procuro ouvir a gravação. Não confio em intermediários.
    Estudo do IPEA tem mais de 10 anos, mas não deve estar muito diferente. É a tal regressividade. Bisogno ainda vai atrás do editor, foi a pior explicação e uma das mais erradas que já ouvi, exemplos errados. As porcentagens citadas são o peso no orçamento do quera. Problema é que o imposto do arroz do rico e do pobre são os mesmos. Advogado também é pejotinha, também pode abater imposto.
    Outro exemplo furado, capital já pagou tributo antes, como qualquer nova riqueza que ingresse no patrimônio da criatura.

  4. O Brando

    Mentira, hipocrisia e vaselinagem fazem parte do instrumental de certas profissões. Há quem ache bonito.
    Parei de assistir CNN porque sõ tem um assunto, Trump. Agora escapar do B17 tá difícil.
    Comissões são crias do PT, os sovietes. Para dizer amém quando necessário e para dizer que ‘está em estudo’ idem. Todos ganhando estadia e passagem de avião para ir a Brasília. Dono da Amazon tem a regra das duas pizzas, nunca fazer uma reunião em que duas pizzas não fossem suficientes para alimentar todos os presentes. Ou seja, assembleísmo inútil. E a questão da ‘sociedade civil’ é cascata, para isto compareço na seção eleitoral de dois em dois anos. Como vou ser representado por quem nunca vi e muitas vezes nem sei que existe?
    As palavras ‘técnica’ e ‘ciência’ estão sendo usadas com sentidos amplos demais.
    É mais fácil encontrar gente ganhando para não fazer nada do que trabalhando de graça no país.
    Primeiro e segundo escalão? Pergunta lá na UFSM.
    Conselho de Itaipu é de administração, é legal. Setor do audiovisual é um dos mais subsidiados no país, população não tem a mínima idéia, mas fica para outra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *