ECONOMIA. Empresa deverá investir R$ 4,2 milhões na construção de crematório em Santa Maria

ECONOMIA. Empresa deverá investir R$ 4,2 milhões na construção de crematório em Santa Maria

ECONOMIA. Empresa deverá investir R$ 4,2 milhões na construção de crematório em Santa Maria - cemitério-crematório

Reunião entre o Executivo municipal e a empresa responsável pela construção ocorreu na manhã de quinta-feira (8). Foto João Vilnei

Por João Pedro Lamas / Prefeitura de Santa Maria

Mais um passo foi dado para que Santa Maria passe a ter um crematório. A empresa L. Formolo e Cia LTDA, responsável pela gestão do Cemitério Santa Rita de Cássia (Avenida Evandro Behr, Bairro Camobi), conseguiu a Licença Prévia (LP) para a atividade de crematório no Município junto à Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

A Prefeitura de Santa Maria, por meio do secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Francisco Severo, esteve reunida, na manhã de quinta-feira (8), com um representante da empresa. De acordo com Severo, a LP indica que a Fepam deu viabilidade para o empreendimento. Agora, a empresa deve protocolar, dentro de 90 dias, a Licença de Instalação (LI). É ela que permite a construção, incluindo os detalhes do projeto. O Executivo municipal vai avaliar e acompanhar todo o processo, que teve a licitação vencida pela empresa.

O diretor comercial da L. Formolo e Cia LTDA, Mateus Formolo, afirma que o projeto prevê 1,2 mil m² de área construída. Serão erguidas três capelas de alto padrão e uma sala para o forno. É um investimento de R$ 3 milhões para a obra, mais R$ 1,2 milhão para o equipamento, que será importado dos Estados Unidos (EUA), totalizando R$ 4,2 milhões.

A capacidade do crematório será de cinco cremações por dia. Conforme dados divulgados pelas funerárias de Santa Maria, são encaminhadas a outras cidades 10 cremações por mês a partir de Santa Maria. No entendimento de Formolo, os dados apontam que o serviço é “de extrema necessidade para os santa-marienses”.

“Em busca do serviço, as famílias precisam fazer translados para outros crematórios. Uma cidade do porte de Santa Maria precisa de um crematório o quanto antes”, diz.

Hoje, os translados são feitos para crematórios de Santa Rosa e Caxias do Sul.

Prazos

Para que fosse emitida a LP pela Fepam, foi necessário cerca de um ano. Em 90 dias, será protocolado o pedido para a LI. A estimativa é que ela seja emitida em até cinco meses. Espera-se que a construção comece, a contar de agosto deste ano, em 7 meses. Quando ela ficar pronta, será solicitada à Fepam a Licença de Operação (LO), que autoriza o empreendimento a funcionar. No total, a empresa espera que o crematório esteja operando em até um ano e seis meses.

A L. Formolo e Cia LTDA ainda avalia quem fará a construção, mas é provável que seja escolhida uma da Santa Maria.



1 comentário

  1. O Brando

    É um avanço para a aldeia, as pessoas poderão se acostumar com a temperatura antes de partir para a próxima etapa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *