ECONOMIA. Santa Maria mantém-se no Mapa do Turismo Brasileiro divulgado pelo ministério do setor

ECONOMIA. Santa Maria mantém-se no Mapa do Turismo Brasileiro divulgado pelo ministério do setor

ECONOMIA. Santa Maria mantém-se no Mapa do Turismo Brasileiro divulgado pelo ministério do setor - prefeitura-vila-belga-mapa-do-turismo

Vila Belga é um dos pontos turísticos de Santa Maria. Cidade, classificada na categoria “B”, pode se habilitar a investimentos federais

Por MAURÍCIO ARAUJO (texto) e JOÃO ALVES (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

As potencialidades turísticas de Santa Maria e Região Central foram, novamente, reconhecidas pelo Governo Federal. Na segunda-feira (26), o Ministério do Turismo divulgou, no Diário Oficial da União, o novo Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021. Santa Maria consta na lista, que tem 2.694 cidades de 333 regiões turísticas do país. A cidade Coração do Rio Grande já integra a lista de 2017-2019.

A certificação é concedida pelo Ministério do Turismo, por meio do Programa de Regionalização do Turismo, e o Município precisa atualizar, a cada dois anos, as informações sobre a área. Ressalta-se que o Mapa do Turismo orienta a atuação do Ministério do Turismo no desenvolvimento de políticas públicas.

O Mapa do Turismo conta com a categorização dos municípios, que vai de “A” a “E”. Santa Maria consta, novamente, na categoria “B”. Essa classificação é um instrumento de acompanhamento do desempenho das economias turísticas locais. Além disso, ele subsidia a priorização de investimentos por programas do Ministério do Turismo, incluindo ações de infraestrutura turística, qualificação profissional e promoção dos destinos.

“Estamos, novamente, habilitados a pleitear verbas vinculadas do Ministério, com a possibilidade de encaminhar projetos, além de possibilidade de financiamentos ligados ao Turismo. Estar no Mapa do Turismo remete a um conceito de que Santa Maria está correspondendo aos requisitos, com uma metodologia adequada e com foco no turismo de eventos”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, Ewerton Falk.

De acordo com o Ministério do Turismo, ao ser certificado, há a possibilidade de o Município receber benefícios, principalmente com relação à priorização de investimentos federais destinados ao turismo. Os municípios que estão no Mapa do Turismo também conseguem agilizar o acesso a recursos destinados pelo Ministério do Turismo, pois o documento comprova que há engajamento com o setor.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *