TENHO DITO! Kiss e OAB e Schirmer, diárias, a rua Riachuelo… E as principais declarações desta semana

TENHO DITO! Kiss e OAB e Schirmer, diárias, a rua Riachuelo… E as principais declarações desta semana

TENHO DITO! Kiss e OAB e Schirmer, diárias, a rua Riachuelo… E as principais declarações desta semana - tenho-dito

AVTSM divulgou uma nota contra a nomeação de ex-prefeito Cezar Schirmer para presidente da Comissão Especial de Políticas Criminais e Segurança Pública da seção gaúcha da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS)

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Reprodução), da Equipe do Site

  1. “Em Santa Maria – como no Brasil ou no mundo – precisamos de gente de ação, dentro da legalidade, com vistas ao bem comum e à solidariedade, não aos métodos escusos de enriquecimento, ao lucro imediato e excludente”.

Professor Orlando Fonseca, em crônica sobre os ataques sofridos pela UFSM por um empresário de Santa Catarina (AQUI).

  1. “Como é possível uma entidade que deveria pautar pela ética e moral acolher em seus quadros alguém, que por sua falha em servir a sociedade, deixou por sua omissão e negligência que a boate Kiss ficasse aberta?”

Trecho da nota da Associação dos Familiares das Vítimas e Sobreviventes da Tragédia da Boate Kiss (AVTSM) sobre a nomeação do ex-prefeito Cezar Schirmer (MDB) como presidente da Comissão Especial de Políticas Criminais e Segurança Pública da seção gaúcha da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS) (AQUI).

  1. “Uma medida que irá gerar transtornos à população e que, talvez, alguns políticos até optassem por não tomar neste momento (como já a evitaram no passado, para não “perderem votos”), mas que a nossa gestão decidiu encarar e cumprir, com responsabilidade e em respeito aos cidadãos”.

Prefeito Jorge Pozzobom (PSDB), em artigo sobre a obra na Rua Riachuelo (AQUI).

  1. “Trabalhei como delegada de polícia em delegacia especializada à mulher, antes e depois da lei, e por isso digo que não temos como negar que foi uma grande evolução, principalmente no que se refere a conscientização da sociedade de um modo geral sobre esse grave problema, a visibilidade da questão da violência doméstica contra mulheres, a discussão sobre a violência de gênero.”

Diretora de Relações Institucionais, junto à Chefia de Polícia do Rio Grande do Sul, Débora Dias, sobre a Lei Maria da Penha (AQUI).

  1. “É um governo que não titubeia em retirar mais R$ 1 bilhão da educação para liberar emendas e cooptar parlamentares a votarem a favor da aprovação da cruel “reforma” da Previdência”.

Deputado federal Paulo Pimenta (PT), em artigo sobre as manifestações públicas de terça (13). (AQUI).

  1. “Os tempos de privilégios dignos da realeza ou da aristocracia deveriam acabar num sistema de repartição de Poderes que devem viver harmonicamente entre si”.

Deputado estadual Giuseppe Riesgo (Novo), em artigo sobre a ausência do Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria e Tribunal de Contas em audiência pública sobre a autoconcessão de aumento (AQUI).

  1. “Para pessoas que são identificadas com o nosso presidente da República e as pautas do PSL, estamos de portas abertas para que possamos somar e fazer realmente a diferença nas nossas cidades, estados e no Brasil”.

Presidente municipal do PSL, Patric Arend Lüderitz, sobre a campanha de filiação ao partido (AQUI).

  1. “Enquanto os professores estaduais são cada vez mais pauperizados, lamentavelmente há quem, no Rio Grande do Sul, prefira debater se há ou não doutrinação no ensino das escolas ou se há ou não jovens pelados perambulando pelo interior das universidades”.

Deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), em artigo sobre a situação do magistério gaúcho no governo Eduardo Leite (PSDB) (AQUI).

  1. “Estou muito feliz com esta conquista. Graças a Deus, foi mais fácil do que eu esperava, não precisei até me deslocar”.

Vereadora Lorena Santos (PSDB), sobre os R$ 150 mil que conseguiu via emenda parlamentar sem precisar viajar (AQUI).

  1. “Me pergunto: se não houvesse o atendimento por parte do Estado malvadão e as pessoas não pudessem pagar (e mais de 90% delas não poderiam), deixaríamos que morressem ou apodrecessem nos acostamentos e nas calçadas?”.

Designer gráfico Luciano Ribas, em artigo sobre o fim dos radares nas estradas federais (AQUI).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *