Destaque

SEGURANÇA. Entidades da Brigada e da Polícia Civil protestam em Porto Alegre para manter seus direitos

Entidades da Brigada Militar e da Polícia Civil protestam em frente ao Piratini, pela manutenção de direitos e prerrogativas da categoria

Da redação do site do Correio do Povo, com foto de

Entidades de classe da Brigada Militar e da Polícia Civil fizeram um protesto unificado no Centro de Porto Alegre na tarde desta terça-feira em busca da manutenção dos direitos e prerrogativas dos agentes de segurança do Estado. Defenderam também uma reforma da Previdência em simetria com as forças armadas e foram contrários à quebra de paridade e integralidade de salários entre ativos e inativos. A concentração de mais de 200 manifestantes se deu a partir das 13h, na Praça General Sampaio.

Os manifestantes saíram em marcha rumo ao Palácio Piratini às 14h, passando por diferentes ruas da cidade e causando bloqueios no trânsito. Após pedirem para serem recebidos pelo governador do Estado, Eduardo Leite, conseguiram uma reunião com Secretário da Casa Civil, Otomar Vivian. Os servidores alegam que governo quer alterar regime previdenciário de diferentes categorias da segurança. 

Antes, os Comandos do Corpo de Bombeiros Militar e da Brigada Militar ouviram as reivindicações, apesar da chuva.

Participam da ação a Associação dos Oficiais da Brigada Militar (ASOFBM), Associação Beneficente Antônio Mendes Filho da Brigada Militar (Abamf), Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar do RS (ASSTBM), Associação de Bombeiros do Estado do RS (Abergs). A Associação dos Oficiais Estaduais (Aofergs), Associação das Esposas dos Praças da Polícia Militar (AESPPOM) e a Federação das Entidades Independentes Dos Servidores Militares Estaduais de Nível Médio da Brigada Militar (FERPMB) também protestam.

PARA LER A ÍNTEGRA,  E CONFERIR MAIS IMAGENS, CLIQUE AQUI .

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo