LUNETA ELETRÔNICA. Valdeci e Censo, tornozeleiras, Ary Lagranha, rua Padre Caetano, Economia Solidária

LUNETA ELETRÔNICA. Valdeci e Censo, tornozeleiras, Ary Lagranha, rua Padre Caetano, Economia Solidária

* As mudanças anunciadas pelo governo na estrutura do Centro Demográfico 2020 foi objeto de audiência pública nesta terça, na Assembleia Legislativa.

* A preocupação é a possível “desfiguração” desse instrumento para apontar as diretrizes da maioria das políticas públicas e até mesmo definir recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

LUNETA ELETRÔNICA. Valdeci e Censo, tornozeleiras, Ary Lagranha, rua Padre Caetano, Economia Solidária - luneta-valdeci* Os parágrafos acima são da assessoria de Imprensa do deputado estadual Valdeci Oliveira (foto ao lado, de Tiago Machado/Divulgação), proponente do encontro que debateu a situação.

* Segundo o parlamentar “ocorrerão cortes dramáticos nos recuros do FPM para muitos municípios. Temos que chamar a atenção de todos os prefeitos do Rio Grande do Sul”.

* Para mais informações sobre a audiência publica e seus desdobramentos, confira o material divulgado pela assessoria de Imprensa do deputado: AQUI.

* A Prefeitura publicou um edital de licitação, nesta terça, para contratar empresa que pavimentará as ruas Ary Lagranha Domingues e General Câmara, no Bairro Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

* A Lagranha Domingues, inclusive, objeto de muitas e recorrente reclamações, é a que dá acesso ao Hospital Casa de Saúde e à UPA, na zona norte.

* De acordo com a Secretaria de Infraestrutura, na Ary Lagranha Domingues, o trecho a ser recuperado fica entre as ruas Sete de Setembro e Fernando Neumayer. São 460 metros de extensão.

* Já na General Câmara, o trecho fica entre as ruas Ary Lagranha Domingues e Marechal Deodoro. São 190 metros de extensão.

* O custo do trabalho a ser feito na Ary Lagranha foi estimado em R$ R$ 298.718,40. Já o custo do trabalho na General Câmara, é de R$ 156.081,30.

* Para saber mais detalhes, inclusive dos prazos para as interessadas em participar do edital, vale conferir o material produzido pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura (AQUI).

* A Secretaria da Administração Penitenciária e Superintendência dos Serviços Penitenciários iniciaram, nesta terça, no Instituto Penal de Santa Maria, a usar o primeiro lote das novas tornozeleiras eletrônicas.

LUNETA ELETRÔNICA. Valdeci e Censo, tornozeleiras, Ary Lagranha, rua Padre Caetano, Economia Solidária - luneta-tornozeleira* Conforme o delegado penitenciário da 2ª Delegacia Regional Penitenciária (DPR), Anderson Prochnow, serão substituídos 50 dispositivos (foto ao lado, de Divulgação).

* Até o fim de outubro todas as trocas devem estar concluídas. Atualmente, 144 pessoas privadas de liberdade são monitoradas eletronicamente na Região Central do Estado.

* “Isso possibilita o retorno do apenado ao convívio família, de forma gradual”, disse Prochnow, em material disponível no site do Governo do Estado (AQUI).

* A nova tornozeleira  é produzida com material mais rígido e, assim, elimina qualquer dúvida quanto ao rompimento doloso por parte do apenado/apenada. A bateria tem duração de até 24 horas.

* Começou a valer, na segunda-feira (7), a proibição do estacionamento ao longo da Avenida Dores, no trecho entre as ruas Pinto Bandeira e Euclides da Cunha.

LUNETA ELETRÔNICA. Valdeci e Censo, tornozeleiras, Ary Lagranha, rua Padre Caetano, Economia Solidária - luneta-estacionamento* Com isso, a Prefeitura de Santa Maria, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, criou novas vagas de estacionamento na Rua Padre Caetano (foto acima, de João Vilnei/AIPM).

* De acordo o superintendente de Trânsito, Silvio Souza, o local comporta 15 veículos. O tempo máximo de estacionamento é de 30 minutos.

* Para saber mais sobre a situação do estacionamento naquela região (dias e horários, por exemplo), confira o material produzido pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura (AQUI).

* Esta é mais uma semana de Feirão Colonial especial da Semana da Criança, em dois locais no centro de Santa Maria: praças Saldanha Marinho e Saturnino de Brito.

* Estão disponíveis, até esta sexta-feira, dia 12, das 8 da manhã às 6 da tarde, produtos coloniais, caseiros, hortigranjeiros, artesanato e e uma grande variedade de itens da economia solidária.

* A promoção, como sempre, é do Projeto Esperança/Cooespernça e grupos associados à Economia Solidária e apoio da Prefeitura Municipal.



1 comentário

  1. O Brando

    Obviedades. Se a Justiça Eleitoral faz recenseamento e diminui o numero de eleitores em certos municípios é bastante normal esperar que o número de habitantes diminuiu. Logo, segundo a regra, fundo de participação diminui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *