Destaque

ASSEMBLEIA. Bancada do MDB manifesta a posição contrária ao projeto de Eduardo Leite para Magistério

Se nada mudar, o MDB, com sua grande bancada, pode ser elemento fundamental e contrário aos desejos do governo do Estado

Do Correio do Povo, com texto de MAUREN XAVIER e foto de FABRÍCIO SANTOS (Divulgação)

O governo do Estado recebeu, na tarde desta quarta-feira, uma baixa importante na tentativa de aprovação do projeto que altera a carreira do Magistério. A bancada do MDB, que é a maior na Assembleia Legislativa, anunciou posição contrária à iniciativa. A nota oficial, emitida no início da tarde, é assinada pelos oito parlamentares. Na terça-feira, dois deputados do PSB e um do PP, também da base aliada, anunciaram oficialmente que votaria contra o projeto, caso não fossem feitas modificações.

Segundo a nota, “a bancada do MDB tem buscado compreender as propostas para unificar a posição de seus oito deputados”.  Além disso, informaram que têm estudado os projetos. “Da forma que foi encaminhada, não concordamos com a proposta que prevê alterações na carreira do magistério. Entendemos que será necessário um profundo e amplo diálogo com os parlamentares e com a categoria, no sentido de aprimorar o projeto e deixá-lo atrativo para os professores”, consta na nota.

A bancada diz ser necessário maior prazo para a discussão das medidas. “A bancada do MDB entende sua importância para a eventual construção de maioria no Parlamento, o que reforça a necessidade de plena compreensão das proposições, bem como um possível aperfeiçoamento das mesmas”, conclui.

A manifestação foi repassada ao chefe da Casa Civil, Otomar Vivian.

A bancada do MDB é formada pelos deputados Fábio BrancoCarlos BúrigoEdson BrumGabriel SouzaGilberto CapoaniSebastião Melo; Tiago SimonVilmar Zanchin.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. O PSDB ta morto com essa….os outros partidos estão repensando se morrem junto ou não….o PMDB é o mais esperto de todos….essa eu já esperava …ano que vem eleição prefeitura de POA e Sebastião mello e Schirmer vem com tudo…aguardem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo