ARTIGO. Giuseppe Riesgo, mais 41 CCs criados no  Ministério Público, reformas de Leite e finanças do RS

TENHO DITO! Riesgo, Bisogno, Mascarenhas, Bakof, Valdeci, Jacobsen, Kaus… confira as frases da semana

TENHO DITO! Riesgo, Bisogno, Mascarenhas, Bakof, Valdeci, Jacobsen, Kaus... confira as frases da semana - riesgo-artigo

Deputado estadual Giuseppe Riesgo expõe a gastança promovida por poderes ligados ao Judiciário enquanto que os servidores do Executivo encaram salários atrasados há mais de quatro anos. Foto Agência de Notícias da Assembleia Legislativa

Por Maiquel Rosauro

1. “O que assistimos em Paraisópolis, neste fim de semana traz consigo um significado cru e aterrador: o AI-5 está em plena vigência nas periferias das grandes cidades brasileiras”.
Deputado federal Paulo Pimenta (PT), em artigo sobre a ameaça de um novo Ato Institucional nº 5.

 

2. “O nosso divisor ideológico está em 1989. Quando a casa dele (Pozzobom) virou um comitê do Collor, nós estávamos com o Brizola”.
Presidente municipal do PDT, Marcelo Bisogno, sobre a impossibilidade de PDT e PSDB estarem do mesmo lado em Santa Maria.

 

3. “O coração do Viva o Natal é a Praça Saldanha Marinho, mas a programação que começa neste domingo (como de praxe, aliás, desde 2017) será distribuída por toda a cidade”.
Prefeito Jorge Pozzobom (PSDB), em artigo sobre o Viva o Natal.

 

4. “Estou licenciado por 30 dias, para não atrapalhar o partido. Sai no meio da reunião. Após 30 dias decidirei o que fazer. Ficou no cargo o Marco Jacobsen. Eles estão em reunião. Eu vim para outra reunião com meus irmãos. Vou pensar o que fazer nestes 30 dias. Não concordo com a forma como as coisas estão se sucedendo”.
Presidente licenciado do PP/SM, Mauro Bakof, sobre sua saída temporária da sigla.

 

5. “O presidente Bakof faz um trabalho magnífico de reestruturação partidária”.
Presidente interino do PP/SM, Marco Jacobsen, comentando a importância de Mauro Bakof para o partido.

 

6. “Após (a publicação dos editais) teremos as provas que devem ocorrer possivelmente em março. Mas o cronograma ainda será realizado. Isto é o que está sendo previsto”.
Secretário municipal de Gestão e Modernização Administrativa, Marco Mascarenhas, sobre o novo concurso da Prefeitura de Santa Maria.

 

7. “Já a Procuradoria Geral do Estado, que ganha em média mais de R$ 26.000 mil líquidos por mês, decidiu (sem lei estadual que o valide) receber honorários sucumbenciais que, no mês de outubro, atingiram sozinhos o valor de R$ 4,8 mil, em média. Somente esse honorários já superam, e muito!, os salários de diversos professores do Estado afora”.
Deputado estadual Giuseppe Riesgo (Novo), em artigo sobre as finanças do Estado.

 

8. “A partir de agora começamos a pensar 2020, nosso partido teve grande crescimento desde maio do ano passado, quando assumimos a sigla até agora. E não podemos e não iremos desconsiderar o empenho e o comprometimento de todos que contribuíram para isso e continuar sendo um partido de aluguel”.
Presidente municipal do PROS/SM, Jeferson Nunnes, sobre o desembarque da sigla na Prefeitura.

 

9. “Quero que este projeto (da Prefeitura) seja votado ainda este ano. É meu único pedido”.
Vereador João Kaus (MDB), sobre a retirada de tramitação do seu projeto que proíbe o trânsito de carroças no Centro de Santa Maria em favor de iniciativa da Prefeitura.

 

10. “Sem atingir os grandes privilegiados, o pacote do governo acaba com as gratificações de tempo de serviço, desfigura carreiras, reduz remunerações, desmotiva quem está trabalhando, torna desinteressante futuros ingressos e joga toda a prestação do serviço público na vala da mediocridade”.
Deputado Valdeci Oliveira (PT), em artigo sobre o pacote do governador Eduardo Leite (PSDB) que muda a carreira dos servidores públicos.



2 comentários

  1. O Brando

    Vendo o que MR escolheu esta semana constata-se alguns fatos.
    Pimenta não sai do raio da capacidade intelectual da militância do próprio partido.
    PDT e PSDB podem estar juntos no futuro em Santa Maria. Podem até desaparecer. Interessante notar como o pessoal ‘fulaniza’ os assuntos, mostra que de ideológico não tem nada. Mostra que a história de ‘fortalecer’ os partidos (voto em lista?) na verdade só fortaleceria os partidos com déficit democrático. Mostra que Brizola, antigo cacique, virou ‘santo partidário’. Pé de eucalipto deixou Lupi como sucessor. Alás, boa pergunta para Bisogno, quando ele for derrotado ano que vem, vai largar o osso ou vai dar vez para alguém com mais futuro?
    PP mostra o outro lado da moeda. Até elegeram presidente, mas é menor politicamente do que outros membros. Praticamente um cargo administrativo.

  2. O Brando

    Riesgo apesar de estar num partido chamado ‘Novo’ tem o discurso de políticos de antanho. Utiliza uma ‘retórica’ (a verdadeira é mais sutil, mais sofisticada do que costumam classificar como hoje em dia) para enganar bobo. Tenta dar um ar de ilegalidade aos honorários sucumbenciais. Amoralidade? Direito é o que se pode defender no fórum. O resto é mimimi. Conselho ao deputado? Fale sério. Próxima eleição a carona pode não vir.
    Valdeci. Funcionalismo do RS tem que ser conforme os recursos da sociedade. Dinheiro não cai de Marte. Pode parecer estranho para alguém que não recebe salário com o suor do próprio rosto há décadas. Governo Tarso, o intelectual, concedeu aumentos para os servidores até para depois do próprio mandato, deixou conta para o Gringo pagar. Alguém notou melhora na prestação de serviços? Resposta óbvia tem razão bem conhecida, em inúmeros setores o serviço público só vai para a vala da mediocridade se melhorar muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *