BASTIDORES. Retomada progressista, a nova aquisição do PDT, CPERS, Câmara e Prefeitura

BASTIDORES. Retomada progressista, a nova aquisição do PDT, CPERS, Câmara e Prefeitura

Por Maiquel Rosauro

BASTIDORES. Retomada progressista, a nova aquisição do PDT, CPERS, Câmara e Prefeitura - PP-Magaiver

Vice-prefeito Sergio Cechin recebeu no Progressistas Valdir Mello, o Magaiver, liderança entre os camelôs de Santa Maria. Foto Divulgação

O Progressistas começa a correr atrás do prejuízo, após o afastamento de nomes como Luiz Guimarães, Beto Rossi e Luiz Gonzaga Trindade, o Gogô.

O novo filiado ao partido é Valdir Mello, o Magaiver, representante do Conselho Gestor do Shopping Popular Independência.

 

PDT

O pré-candidato a prefeito, Marcelo Bisogno (PDT), está abrindo uma filial do PP. O grupo de ex-progressistas dentro do pedetismo cresce a cada dia.

Após confirmar Gonzaga Trindade para a coordenação de sua campanha ao Executivo e filiar o ex-pré-candidato a vereador pelo PP, Luiz Carlos Martins, o Toco, Bisogno atacou outra vez.

Luiz Guimarães, militante histórico do PP, também atuará nas trincheiras pedetistas no próximo pleito municipal.

 

CPERS

O 2º Núcleo do CPERS/Sindicato está arrecadando alimentos para serem distribuídos aos professores e funcionários de escolas que tiveram os dias de greve descontados dos salários.

As doações podem ser entregues na sede do 2º Núcleo, na Rua Barão do Triunfo, 760, em Santa Maria. Informações pelos telefones (55) 3221-7262 e (55) 3027-6629.

 

Câmara

Apenas uma empresa – Tavares e Silva Construções Ltda – participou da licitação para reforma dos sanitários femininos e masculinos, da Sala de Exposições e da cobertura do prédio da Câmara de Vereadores de Santa Maria. O ato foi realizado na manhã de sexta-feira (7), sendo que o custo máximo da obra será de R$ 161.386,23.

Contudo, a empresa, foi considerada inabilitada por apresentar documentação (fase de habilitação) em desacordo com o edital. Em razão disso, a Comissão de Licitações abriu prazo de oito dias úteis para que a Tavares e Silva apresente nova e adequada documentação.

 

Prefeitura

O Executivo de Santa Maria suspendeu, por prazo indeterminado, processo de licitação que visava contratação de empresa capacitada para fornecimento da licença de uso e manutenção de um sistema informatizado para gestão completa do imposto sobre serviços de qualquer natureza (ISS). O valor estimado do serviço é R$ 4,5 milhões.



3 comentários

  1. Zé Neto

    Representante DO Conselho?
    Interessante este cargo.
    Conselho aconselha, tem um presidente ou coordenador, o do Camelódromo tem representante.

  2. O Brando

    Bisogno tem que arrumar trinta mil votos a mais do que obteve na última eleição. Nada fácil. Cladistone é o atual alcaide. Luciano, candidato petista, pode parecer precisar mais votos ainda, mas começada a campanha Valdeci coloca o time em campo (eventualmente Pimenta) e o cenário modifica. Questão é onde irão parar os vinte mil votos de Fabiano. Fator Harrison? Se tentar o paço e não lograr êxito volta para a estaca zero. Vide Fabiano que deu tentou dar passo maior que a perna.
    Há quem fale em polarização por aí. Existe entre Bolsonaristas e a esquerda. Em menor grau entre Bolsonaristas e o tucanato. Ou seja, polariazação entre tucanos e petistas já arrefeceu. Partido do presidente tem apoio local, mas não aparenta ser significativo. Logo o que acontece a nível nacional tende a ter pouco reflexo na aldeia.

  3. O Brando

    Valdeci perdeu a última eleição por duzentos e poucos votos. Tentam empurrar a narrativa de que foi por conta do Ambulatório Regional. Obvio que não. Uma ou duas semanas antes do pleito foi escrito nas entrelinhas deste mesmo blog e comentado que a prefeitura era do PT. Talvez fosse atochada para conseguir votos úteis. Talvez as pesquisas estivessem furadas (grande novidade, deram errado nas primarias dos Democratas nos EUA).
    Cladistone terá que defender o mandato, dizer porque merece continuar (não há noticia de segundo mandato igual ou superior ao primeiro no Brasil, sempre é pior). O que levara a guerra de informações/desinformações, para fazer barulho a oposição vai dizer que não foi bem assim. De qualquer maneira, para não ser inútil, a campanha terá que abordar alguns assuntos. Falta de leitos (hospital regional não é solução, não é possível contar com o mesmo, assunto estadual e federal; não vai ser doado para a UFSM tampouco, que também tem orçamento reduzido). Gente tendo que se deslocar para exames/procedimentos médicos em outros municípios. Buracos nas ruas (parte do dinheiro prometido não veio, pedra cantada com antecedência). Mobilidade urbana (há que se ouvir os técnicos, existem na UFSM). Desenvolvimento econômico realista, não só marketing (do qual a publicidade faz parte) sem resultados (economia solidaria tem que estar contemplado apesar dos problemas; turismo é sonho de uma noite de verão). Alás, existe uma coisa chamada curva demográfica, cursos irão fechar em breve na cidade. Alás, aluga-se e vende-se nunca estiveram melhores, estoque imobiliário gigante. Aldeia esta em decadência, não é a toa que está na porta de entrada da metade sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *