SEGURANÇA. Polícia Civil de Santa Maria prende dois homens, por tortura, homicídio e ocultação de cadáver

SEGURANÇA. Polícia Civil de Santa Maria prende dois homens, por tortura, homicídio e ocultação de cadáver

SEGURANÇA. Polícia Civil de Santa Maria prende dois homens, por tortura, homicídio e ocultação de cadáver - polícia-1Com informações e foto da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP)

Na manhã desta sexta-feira (27/3), a Polícia Civil prendeu preventivamente dois homens (de 32 e 38 anos de idade) em Santa Maria (residencial Zilda Arns). Eles são investigados pela prática dos crimes de tortura, homicídio e ocultação de cadáver.

A vítima (homem de 56 anos) foi encontrada morta perto de um matagal na manhã de 3/3, no bairro Cerrito. Conforme investigação da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de Santa Maria, cujo delegado titular é Gabriel Zanella, a vítima foi amarrada e torturada por meio de sufocamento com sacos plásticos na cabeça. Depois, foi morta por estrangulamento.

A motivação dos crimes seria uma vingança em razão de supostos furtos cometidos pela vítima na residência dos suspeitos. Por ocasião do cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa em que a vítima foi torturada, um indivíduo de 32 anos (irmão de um investigado preso hoje) foi detido em flagrante delito na tarde de 25/3 por policiais da DPHPP de Santa Maria. Em poder dele, foi apreendido um revólver calibre .38 com numeração suprimida.

Uma caminhonete que foi utilizada para transportar o cadáver da vítima foi apreendida em Canoas (bairro Harmonia). Policiais civis das Delegacias de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Santa Maria e Canoas, bem como da 3° DP de Santa Maria efetuaram as prisões e a apreensão do automóvel. O indivíduo de 38 anos possui antecedentes por estupro e lesão corporal. Os presos foram encaminhados à Penitenciária Estadual de Santa Maria.

Observação do editor: no material enviado pela polícia não constam os nomes dos presos e da vítima.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *